Início / Agenda / Centro Pinus procura pinheiro-bravo candidato ao Concurso da Árvore Europeia do Ano

Centro Pinus procura pinheiro-bravo candidato ao Concurso da Árvore Europeia do Ano

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Concurso Árvore Europeia do Ano realiza-se desde 2011, trata-se de uma iniciativa que todos os anos consciencializa mais 200 mil pessoas com a natureza, promovendo o cuidado e a preocupação com as árvores, a união das comunidades locais em torno de uma causa e ainda o orgulho dos países na sua herança natural.

Na edição de 2021 do Concurso da Árvore Europeia do Ano 2021, o Plátano do Rossio de Portalegre foi o representante português. Mas venceu uma árvore de Espanha, uma Azinheira milenar de Lecina.

Ora a edição de 2022 está já a caminho e o Centro Pinus — Associação para a Valorização da Floresta de Pinho está à procura de um pinheiro-bravo para nomear à fase nacional do Concurso da Árvore Europeia do Ano.

A árvore pode distinguir-se pelo porte mas também pela sua história, como a do “Guardião da Vila Inundada”, da República Checa, o pinheiro silvestre que venceu a final europeia em 2020.

Se, na sua localidade conhece algum pinheiro-bravo que se distingue de todas as outras árvores, candidate-o. Se conhece algum pinheiro interessante ou encontrar algum durante as férias, por favor envie a sua sugestão para o email info@centropinus.org.

O Centro Pinus aceita sugestões em contínuo, mas irá considerar sugestões para o candidato de 2022 até ao final de Agosto.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

PSD pede à ministra da Agricultura que esclareça atribuição de terrenos agrícolas em Idanha-a-Nova

Partilhar              O Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata (PSD) quer saber o que se passou com …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.