Início / Agenda / Centro Pinus e Zero organizam webinar sobre programa de transformação da paisagem

Centro Pinus e Zero organizam webinar sobre programa de transformação da paisagem

O Centro Pinus — Associação para a Valorização da Floresta de Pinho e a Zero – Associação Sistema Terrestre Sustentável realizam o terceiro webinar do projecto ForestWatch, dedicado ao tema “Programa de Transformação da Paisagem”, no próximo dia 15 de Setembro, a partir das 14h30.

Qual o ponto de situação do Programa de Transformação da Paisagem? Um ano após a assinatura dos primeiros contratos de Áreas Integradas de Gestão da Paisagem, qual é o balanço? O que já está em curso no terreno?

Estes são alguns dos temas que vão ser abordados neste webinar que pretende realizar um ponto de situação global daquela que é, talvez, a política mais ambiciosa que se encontra a ser implementada, com vários aspectos inovadores.

Em conjunto, os promotores públicos e privados irão realizar uma reflexão e um balanço deste importante processo.

Este webinar destina-se a agentes do sector florestal; ONGA’s; sociedade; decisores políticos e organismos da administração pública central e local.

O link de inscrição, o programa e a informação detalhada sobre os oradores serão divulgados nos próximos dias.

Entretanto, no canal de YouTube do Centro Pinus estão disponíveis as gravações dos webinares ForestWatch anteriores:

O projecto ForestWatch é liderado pela Zero e conta com o Centro Pinus como parceiro. Este projecto tem o apoio do Programa Cidadãos Ativ@s, financiado pela Islândia, Liechtenstein e Noruega, sendo gerido em Portugal pela Fundação Calouste Gulbenkian, em consórcio com a Fundação Bissaya Barreto.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

PS Açores acusa Governo Regional de falhas na gestão das quotas pesqueiras

Partilhar              O Partidos Socialista (PS) dos Açores entregou um requerimento ao Governo Regional dos Açores, intitulado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.