Início / Agricultura / CDS quer saber quando será implementada a Electricidade Verde

CDS quer saber quando será implementada a Electricidade Verde

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A deputada do CDS Cecília Meireles questionou a ministra da Agricultura no sentido de saber quando serão implementadas as medidas previstas no Artigo 309.º – A – Electricidade Verde da Lei n.º 27-A/2020, de 24 de Julho.

A 27 de Agosto um conjunto de associações e federações do sector congratulou-se publicamente com a reposição da Electricidade Verde.

A Lei n.º 27-A/2020, de 24 de Julho, que procede à segunda alteração do Orçamento de Estado para 2020 refere que “é reforçado o orçamento do IFAP — Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas, para assegurar a operacionalização do apoio aos custos com a electricidade nas actividades de produção, armazenagem, conservação e comercialização de produtos agrícolas e pecuários, a atribuir a agricultores, produtores pecuários, cooperativas agrícolas e organizações de produtores”.

E fica estipulado que o valor do apoio a conceder corresponde a: “20 % do valor da factura para as explorações agrícolas até 50 ha, ou explorações agropecuárias com até 80 cabeças normais; 10 % do valor da factura para as explorações agrícolas com área superior a 50 ha, explorações agropecuárias com mais de 80 cabeças normais e cooperativas e organizações de produtores”.

“No entanto, e de acordo com o referido comunicado de várias associações do sector, estas medidas – de grande importância e urgência para o sector – não foram ainda implementadas”, dizem os centristas.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Já conhece o Portal Único da Agricultura? Centralizados todos os organismos de apoio ao agricultor

Partilhar              O Portal Único da Agricultura era uma promessa da ministra Maria do Céu Antunes, com a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.