Início / Featured / Catarina Martins visita Porto de Vila Praia de Âncora e acusa Docapesca de “inoperância”

Catarina Martins visita Porto de Vila Praia de Âncora e acusa Docapesca de “inoperância”

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, visitou o Porto de Vila Praia de Âncora, em Caminha, e reuniu com a Associação de Pescadores Profissionais e desportivos, no passado fim-de-semana. E acusa a  Docapesca de “inoperância”.

A iniciativa teve como objectivo ouvir as preocupações dos pescadores sobre o estado do porto, como por exemplo a barra do porto de mar, “uma das mais perigosas do nosso País, construída com um erro colossal na configuração dos molhes do porto de mar, situação que o Governo assumiu, em Novembro de 2020”, em resposta a uma pergunta do Bloco de Esquerda (BE).

“Sabemos que há um estudo em andamento para corrigir a situação e esperamos que haja orçamento para corrigir o problema” refere uma nota de imprensa do BE.

E acrescenta que outra preocupação dos pescadores é “a inoperância da Docapesca em relação ao Porto de Vila Praia de Âncora, que o tem deixando sem qualquer intervenção há mais de 10 anos. O porto está com graves problemas de luminosidade nocturna, devido que todos os pontos de luz estarem fundidos, provocando uma enorme falta de segurança a quem regressa do mar. A falta de recolha de óleos usados pelos barcos provoca uma gravíssimo problema ambiental”.

Para os bloquistas, “não é aceitável que a Docapesca continue inactiva, em relação às questões ambientais, de segurança e na verificação do peixe que muitas vezes não passa pela lota”.

O Bloco levará estas questões ao parlamento e questionará o Ministério do Mar, para que o Porto de Vila Praia de Âncora “ofereça todas as condições a quem trabalha no mar”.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Investigadores do Politécnico de Leiria estudam produção sustentável de papaias em aquaponia

Partilhar              Um grupo de investigadores do pólo de investigação do LSRE-LCM no Instituto Politécnico de Leiria …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.