Início / Agricultura / Castelo Branco: Hortas Sociais da Quinta do Chinco já têm 72 agricultores

Castelo Branco: Hortas Sociais da Quinta do Chinco já têm 72 agricultores

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os 72 utilizadores das Hortas Sociais da Quinta do Chinco, em Castelo Branco, já estão a plantar os seus talhões com diversas culturas, nomeadamente alface, couve, alho, cebola, ervas aromáticas/medicinais e plantas ornamentais diversas.

Após a formação em agricultura em modo de produção biológico e competências de cidadania, a qual tinha carácter obrigatória, segundo as normas do concurso promovido pela Câmara Municipal de Castelo Branco, todos os 72 utilizadores passaram a estar aptos a iniciarem a preparação dos terrenos e o seu cultivo.

Com o início das plantações, a Quinta do Chinco mostra já um novo cenário, o qual vem “demonstrar uma nova realidade urbana na cidade”, assim como das pessoas que mesmo perto do mundo rural querem ter uma horta no meio da cidade.

Reforço da comunidade

O presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco, afirma que “neste espaço existe um verdadeiro reforço da comunidade, naquilo que é uma nova realidade e dinâmica de cooperação social. A forma entusiasta com que estes agricultores aderiram ao projecto, foi a prova de que estamos perante uma nova sociedade que esta autarquia pretende acompanhar e apoiar”.

Paralelamente à utilização das hortas, a Câmara Municipal de Castelo Branco visa desenvolver, nesta Quinta recuperada (um projecto de cerca de um milhão de euros) inúmeras iniciativas de carácter educativo, pedagógico e associativo, em plena comunhão com a comunidade envolvente.

Aproveitamento dos resíduos orgânicos

Numa lógica ambiental, o Município, quer também promover neste espaço verde o aproveitamento dos resíduos orgânicos, contribuindo desta forma para descongestionar o ambiente urbano.

As Hortas Sociais da Quinta do Chinco, situadas entre dois bairros da cidade de Castelo Branco – Bairro da Carapalha e Ribeiro das Perdizes —, é um projecto onde a autarquia pretende estimular a integração e a convivência social entre diferentes gerações, com idades, aptidões físicas e heranças culturais variadas, fomentando o espírito comunitário e a entreajuda.

Este espaço é também um apoio à subsistência das famílias e indivíduos e um complemento para as economias familiares, proporcionando-lhes também o acesso a uma alimentação mais variada, rica, ecológica e saudável produzida pelos próprios.

O projecto das Hortas Sociais da Quinta do Chinco foi co-financiado pelos fundos comunitários do Portugal 2020, no âmbito do Programa Regional do Centro.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Museu Virtual da Memória Marítima de Viana do Castelo inaugurado no navio Gil Eannes

Partilhar            O Museu Virtual da Memória Marítima de Viana do Castelo foi inaugurado na ré do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.