Início / Agricultura / Carlos Vicente é o novo director-geral da Vitacress

Carlos Vicente é o novo director-geral da Vitacress

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Luís Mesquita Dias, após 11 anos como director-geral da Vitacress, cede agora o seu lugar, passando a administrador não executivo. Carlos Vicente é o novo director-geral da empresa.

Durante estes anos, a marca Vitacress ganhou “enorme notoriedade, tendo passado a ser uma presença frequente na mesa das famílias portuguesas. Carlos Vicente é nomeado director-geral da Vitacress Portugal, após uma carreira de sucesso na Unilever e na Logoplaste”, refere uma nota de imprensa da empresa.

Toby Brinsmead, CEO da Vitacress Limited, afirmou que “quero agradecer ao Luís pelo seu significativo contributo para os sucessos alcançados pela Vitacress Portugal nos últimos 11 anos, não tendo dúvidas de que continuará a ter um papel importante no desenvolvimento da empresa. Ao Carlos dou as boas-vindas a esta equipa, certo de que a sua experiência contribuirá certamente, para o contínuo e crescente sucesso da Vitacress em Portugal”.

Grupo RAR

A Vitacress, empresa do Grupo RAR, é um dos líderes europeus na produção e comercialização de agrião de água, folhas para saladas e ervas aromáticas frescas. Está presente no Reino Unido, Portugal, Espanha e Benelux, cultivando ao ar livre cerca de 733 hectares e 12 hectares em estufas de vidro. Com um volume de negócios de 149 milhões de euros (131 milhões de libras), emprega 1.538 pessoas.

O Grupo RAR, um dos principais grupos económicos portugueses, integra um portefólio de negócios diversificado, que inclui as áreas de embalagem, alimentar, imobiliária e serviços. Com vendas de 781 milhões de euros e 4.228 colaboradores, o Grupo RAR está presente em Portugal, Alemanha, Brasil, Emirados Árabes Unidos, Espanha, México, Polónia e Reino Unido.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Estudo. Olivais modernos aumentam a fixação da população rural

Partilhar            São muitos os defensores de que o olival moderno elimina mão-de-obra, ao substituir pessoas por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.