Início / Featured / Captura de peixe-espada preto aumentou na Madeira em 2016

Captura de peixe-espada preto aumentou na Madeira em 2016

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A captura de peixe-espada preto está a aumentar na Região Autónoma da Madeira. Em 2016, foram descarregadas 1.917 toneladas de peixe-espada preto nas lotas da Região. Trata-se de uma espécie cujas capturas apresentam um ligeiro crescimento desde 2012, ano em que foram desembarcadas apenas 1.716 toneladas.

É de sublinhar que mesmo em 2016 registou-se um pequeno aumento da quantidade descarregada, quando comparado com 2015, isto apesar de existir menos uma embarcação (devido a naufrágio) e de algumas embarcações da RAM terem efectuado desembarques nos Açores, num total de 35 toneladas.

Tendência de crescimento

A tendência de crescimento mantém-se igualmente já no primeiro mês deste ano tendo sido registado o desembarque de 245 toneladas desta espécie. Mais 85% quando comparado com Janeiro de 2016. Números que “indicam uma nítida tendência progressiva na captura desta espécie, mas ainda longe do que foi estabelecido em relação ao total admissível de captura que se situa nas 2487 toneladas”, afirma um comunicado do Governo Regional da Madeira.

É de referir que de acordo com o estabelecido pela União Europeia, a Direcção Regional de Pescas está a elaborar um plano de gestão para o peixe-espada preto que será entregue em 2018. As conclusões do plano serão apresentadas em conjunto com os Açores e Governo português.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Moura recebe entrega de equipamentos de prevenção de incêndios rurais no Baixo Alentejo

Partilhar              A cerimónia de entrega de equipamentos destinados à Protecção de Aglomerados Populacionais, no âmbito da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.