Início / Agricultura / Capoulas diz que Brexit é “oportunidade histórica” para melhorar posição dos agricultores

Capoulas diz que Brexit é “oportunidade histórica” para melhorar posição dos agricultores

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, reconhece que a posição dos agricultores, numa cadeia que envolve a produção e a distribuição, é “a mais frágil, desproporcionada e desequilibrada” e que o Brexit é “uma oportunidade histórica” para alterar as regras de mercado e da política da concorrência da União Europeia.

O governante defende a intervenção do Estado e da Europa para acudir ao elo mais fraco, uma acção no quadro regulador comunitário, para fazer face à pressão da grande distribuição para o esmagamento dos preços na produção.

Capoulas Santos, que falava ontem, 16 de Junho, no encerramento do seminário “Como melhorar o posicionamento dos agricultores na cadeia alimentar”, organizado pela Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) no âmbito da 54.ª Feira Nacional da Agricultura, que decorre no Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas (CNEMA), em Santarém, até domingo, frisou que, com a saída do Reino Unido da União Europeia, “temos aqui uma oportunidade histórica, única, de transformar em oportunidade uma dificuldade”.

Rever regras da concorrência

Para Capoulas Santos, com a saída do Reino Unido “acontece uma certa refundação da Europa” que poderá permitir uma “revisitação às regras da concorrência, ir às origens da fundação do projecto europeu e criar um conjunto de regras que permitam, quando existe uma parte fraca, que haja uma intervenção do Estado que possa acudir a seu favor”.

“É necessário revisitar as regras de mercado e da política da concorrência. E acho que neste momento a Europa vive um momento particularmente feliz para o efeito. Nós estamos com a questão do Brexit – que ainda ninguém percebeu muito bem como é que isto vai acabar –, mas temos aqui uma oportunidade histórica, única, de transformar em oportunidade uma dificuldade”, disse Capoulas Santos.

O ministro reconheceu como “muito positivo” o posicionamento do actual comissário europeu da agricultura, o irlandês Phil Hogan, “muito em linha com a posição do Parlamento Europeu” e dos membros do Conselho da Agricultura. Diz que “as condições estão reunidas. Apenas é necessário passar das palavras aos actos”.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Moura recebe entrega de equipamentos de prevenção de incêndios rurais no Baixo Alentejo

Partilhar              A cerimónia de entrega de equipamentos destinados à Protecção de Aglomerados Populacionais, no âmbito da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.