Início / Agricultura / CAP leva 18 produtores de vinho à ProdExpo na Rússia

CAP leva 18 produtores de vinho à ProdExpo na Rússia

A CAP — Confederação dos Agricultores Portugueses organizou, pelo sexto ano consecutivo, uma participação colectiva de 18 empresas produtoras de vinho na ProdExpo, a maior feira alimentar da Federação Russa que se realiza entre 11 e 15 de Fevereiro em Moscovo.

A missão foi financiada por um fundo comunitário de ‘Promoção de Vinhos em Mercados de Países Terceiros’, em várias acções no mercado russo e iniciou-se em São Petersburgo, com duas acções que envolveram 320 especialistas russos do sector do vinho.

Naquela cidade foram realizadas, uma prova e um seminário sobre os vinhos portugueses.

ProdExpo

A ProdExpo decorre hoje, 15 de Fevereiro, sendo a maior feira alimentar da Federação Russa, que cumpre este ano a sua 26.ª Edição, que premiou a CAP pela sua activa e assídua participação como expositor.

Segundo declarações do secretário-geral da CAP, Luís Mira, “este tipo de acções tem sido traduzido num aumento das exportações de vinho para o mercado russo, pelo que, no próximo ano, a CAP irá aumentar a sua área de exposição na ProdExpo, de forma a responder ao crescente interesse da produção nacional de vinho por este mercado”.

Lista de empresas participantes:

  • Adega da Vermelha
  • Adega de Almeirim
  • Adega de Favaios
  • Adega de Pegões
  • Adega Ponte da Barca
  • Adega São Mamede
  • Adega Ponte de Lima
  • Caves Santa Marta
  • DFJ Vinhos
  • Falua
  • Manzwine
  • Mouchão
  • Poças
  • Quinta da Ribeirinha
  • Quinta de Santa Cristina
  • Quinta de S. Sebastião
  • Sogrape
  • Vercoope

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Preços na produção industrial aumentam 19,9% em Dezembro de 2021

Partilhar               O Índice de Preços na Produção Industrial (IPPI) registou uma variação homóloga de 19,9% …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.