Início / Agricultura / CAP: com substituição de Capoulas Santos “o barco da agricultura perdeu o leme e começou a andar à deriva”

CAP: com substituição de Capoulas Santos “o barco da agricultura perdeu o leme e começou a andar à deriva”

“A substituição de Capoulas Santos — um político experiente, conhecedor dos dossiês e dos meandros da burocracia comunitária — na véspera da presidência portuguesa da União Europeia e da negociação de uma nova PAC [Política Agrícola Comum], foi o momento a partir do qual o barco da agricultura perdeu o leme e começou a andar à deriva”.

A afirmação é do secretário-geral da CAP — Confederação dos Agricultores de Portugal, Luís Mira, que, em artigo de opinião publicado no Dinheiro Vivo, apelida a ministra da Agricultura e da Alimentação, Maria do Céu Antunes, de “Dona Inércia” e garante que “o governo se está nas tintas para a agricultura e para o mundo rural”.

“Sem peso político real, sem noção das especificidades do sector, sem conhecimento nem compreensão do funcionamento do ministério e sem entendimento dos mais básicos fundamentos da Política Agrícola Comum, Maria do Céu Antunes foi um erro logo na sua escolha”, continua Luís Mira.

E acrescenta: “o que temos hoje, contudo, é a Dona Inércia, instalada pacatamente no Terreiro do Paço, deslumbrada com a função ministerial que ocupa, não compreendendo as exigências e responsabilidades que são inerentes ao cargo, enquanto o edifício da agricultura se desmorona”.

“As Direcções Regionais de Agricultura são extintas e passam para a tutela do Ministério da Coesão Territorial e o que faz a Dona Inércia? Nada!”, realça ainda o secretário-geral da CAP no artigo de opinião intitulado “Agricultura à deriva, sem rumo nem futuro. Até quando, senhor primeiro-ministro?”, que pode ler no Dinheiro Vivo, aqui.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Oceanário de Lisboa tem bilhetes com 50% de desconto em semana de aniversário

Partilhar              O Oceanário de Lisboa, para assinalar o seu 26.º aniversário, traz a sua mascote Vasco, …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.