Início / Agricultura / Campanha de produção das maçãs com quebra de 20%. Pêra cai até 30%

Campanha de produção das maçãs com quebra de 20%. Pêra cai até 30%

O Instituto Nacional de Estatística (INE) espera uma campanha de produção das maçãs e pêras com quebras significativas, segundo o Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Outubro de 2022.

Nas maçãs confirmam-se as quebras de 20% na produção das variedades mais precoces, nomeadamente do grupo das Galas, dizem os técnicos do INE. No caso das Golden e das Reinetas, cuja colheita também já se encontra terminada, a produção foi semelhante à da campanha anterior.

A colheita das variedades do grupo das Granny e Fuji, as mais tardias, atrasou na região do Oeste entre 5 e 8 dias em relação ao normal, estimando-se também quebras de produção entre 20% e 30%, adianta o Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Outubro de 2022.

Globalmente, os técnicos do INE prevêem decréscimos na produção de maçã na ordem dos 20%, relativamente ao ano passado. De um modo geral, a qualidade dos frutos é boa, com graus Brix elevados, sabores intensos e concentrados.

No entanto, os calibres são inferiores ao normal, o que levou alguns produtores, para satisfazerem as exigências de mercado, a colherem em várias passagens na mesma árvore, sendo que, em algumas variedades, parte da produção foi depreciada por apresentar calibres muito reduzidos.

A colheita da pêra Rocha no Oeste terminou na primeira semana de Setembro, confirmando-se as previsões de quebra na produção global de 45%, relativamente à campanha anterior, devido às condições meteorológicas adversas e à estenfiliose.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Empresa húngara procura fornecedores de produtos para casa e jardim, hortícolas, ferramentas e produtos de irrigação

Partilhar              Uma empresa familiar húngara, fundada em 1991, está à procura um parceiro que possa representar no …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.