Início / Featured / Cachalote-Pigmeu resgatado com sucesso na praia do Aterro em Matosinhos
Foto: Autoridade Marítima Nacional

Cachalote-Pigmeu resgatado com sucesso na praia do Aterro em Matosinhos

O ICNF — Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas informa que foi hoje, 4 de Agosto, resgatado com sucesso um cachalote-pigmeu na praia do Aterro em Matosinhos.

Cerca das 15 horas foi recebido um alerta dos nadadores-salvadores da praia do Aterro sobre a presença de um exemplar juvenil de cachalote-pigmeu, uma espécie de ocorrência pouco comum na nossa costa, que se apresentava em dificuldades junto à orla costeira, refere uma nota de imprensa do ICNF.

E acrescenta que foi accionado de imediato o protocolo para situações de arrojamentos de mamíferos marinhos e estiveram envolvidos na missão uma equipa de resgate da Rede Nacional de Arrojamentos que integrou uma equipa de Vigilantes da Natureza do ICNF, elementos da Polícia Marítima, da Protecção Civil Municipal (Sistema de Salvamento Balnear de Matosinhos) e militares do projecto Sea Watch.

O resgate foi realizado com sucesso e o animal está a ser transportado para as instalações do Centro de Reabilitação de Animais Marinhos do ECOMARE, em Ílhavo, onde receberá cuidados especializados.

A Rede Nacional de Arrojamentos, responsável por esta operação, é coordenada pelo ICNF e encontra-se dividida em redes regionais (Norte, Centro, Alentejo e Algarve) compostas por diferentes entidades, de modo a dar resposta mais rápida e eficaz à ocorrência de mamíferos e répteis marinhos encalhados na costa portuguesa.

Por sua vez, a Autoridade Marítima Nacional informa que o cetáceo “se encontrava a nadar próximo da zona de rebentação e com ferimentos na cabeça”.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Furto de alfarroba não pára. GNR apreende mais 434 quilos em Silves

Partilhar              A Guarda Nacional Republicana (GNR) informa que o Comando Territorial de Faro, através do Posto …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.