Início / Agenda / Brasil debate mitigação de metano na pecuária. Assista online

Brasil debate mitigação de metano na pecuária. Assista online

A pesquisadora da brasileira Embrapa Pecuária Sul, Cristina Genro, é uma das oradoras do seminário “A agropecuária e os gases do efeito estufa: vilã ou solução?”. O evento, promovido pelas comissões do meio Ambiente e Pecuária de Corte da Farsul — Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul acontece no dia 23 de Maio, no auditório da sede da Federação, em Porto Alegre, a partir das 8 horas, com transmissão através do canal do YouTube da instituição (aqui).

Durante o evento, Cristina Genro apresenta o tema “Mitigação do metano produzido por ruminantes”, abordando pesquisas realizadas pela Embrapa sobre a emissão de gases de efeito estufa, assim como as Provas de Emissão de Gases que actualmente são realizadas em parceria com as associações de raça (Angus, Braford, Charolês e Hereford), visando seleccionar animais mais eficientes na conversão alimentar e que emitam menos metano.

Além de Cristina Genro, vão discutir o tema outros quatro oradores: Fabiana Villa Alves, do Ministério da Agricultura e Pecuária, falando sobre “Cadeias produtivas descarbonizadas: o outro lado da moeda”; Alexandre Berndt, da Embrapa Pecuária Sudeste (São Carlos, SP) com “Emissões e remoções de carbono da pecuária: qual o balanço?”; Cimélio Bayer, professor do Departamento de Solos da UFRGS, com “Potencial de mitigação das emissões de GEE e de adaptação dos sistemas agrícolas às mudanças climáticas”; e Paulo Carvalho, professor do Departamento de Forrageiras da UFRGS, com “Quando a produção a pasto faz bem para o planeta?”.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Festival de Observação de Aves volta a Sagres de 3 a 6 de Outubro. Águia-calçada é a estrela deste ano

Partilhar              A freguesia de Sagres, no concelho de Vila do Bispo volta a receber, entre os …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.