Início / Featured / Boticas promove libertação de ovos de truta-fário no Rio Beça

Boticas promove libertação de ovos de truta-fário no Rio Beça

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Câmara Municipal de Boticas, em parceria com a Iberdrola. realizou nos passados dias 23 e 24 de Fevereiro a libertação de ovos embrionados de truta-fário (Salmo truta) em diferentes pontos ao longo do Rio Beça.

Da totalidade de ovos introduzidos no rio, 140 mil foram concebidos no Posto Aquícola de Boticas, localizado no Boticas Parque – Natureza e Biodiversidade (BNB), local onde são criados grande parte dos exemplares de truta utilizados no repovoamento dos rios e afluentes do Concelho de Boticas.

Parceria com a Iberdrola

A iniciativa, que decorreu no âmbito do protocolo “Programa de Medidas de Compensação de Fauna e Flora associadas ao Projecto Tâmega”, celebrado entre a Câmara de Boticas e a Iberdrola, empresa responsável pelo projecto do Sistema Electroprodutor do Tâmega, permitiu repovoar vários locais com ovos provenientes de progenitores com a variedade genética da truta do Rio Beça, refere uma nota de imprensa da autarquia.

“Além de contribuir para a preservação da espécie, a acção permitiu também valorizar a fauna piscícola do Concelho de Boticas e da região”, salienta a mesma nota.

Truta-de-rio/Truta-fário (Salmo truta) (Linnaeus, 1758)

Segundo o Boticas Parque – Natureza e Biodiversidade, a truta fário é uma espécie originária da Europa. Em Portugal encontra-se nos rios do Norte e Centro do País e, mais a Sul, no troço superior do Rio Zêzere.

Características gerais

Tem cabeça e olhos grandes. Mandíbulas com dentes agudos e fortes. A maxila superior ultrapassa o nível posterior do olho. A coloração é muito variável com a idade e o habitat. Geralmente tem dorso castanho a cinzento esverdeado, flancos esverdeados ou amarelos e ventre esbranquiçado ou amarelado. O corpo é salpicado de manchas negras e vermelhas. Barbatana adiposa alaranjada na extremidade. Os adultos podem atingir os 40 cm de comprimento.

A truta fário pode viver até 15 anos. É uma espécie muito voraz que se alimenta principalmente de invertebrados, larvas de insectos aquáticos e pequenos peixes.

Saiba mais aqui.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

UE aprova regime português de 150 M€ para apoiar empresas dos Açores afectadas pela pandemia

Partilhar            A Comissão Europeia aprovou, ao abrigo das regras da União Europeia em matéria de auxílios …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.