Início / Agricultura / Bombeiros vão receber mais 81 veículos de combate a incêndios rurais até 2024

Bombeiros vão receber mais 81 veículos de combate a incêndios rurais até 2024

Os Corpos de Bombeiros vão receber, até 2024, mais 81 veículos de combate a incêndios rurais, no âmbito do Programa Mais Floresta, previsto no Plano de Recuperação e Resiliência.

O Conselho de Ministros aprovou a autorização de despesa para a aquisição faseada destes veículos, num montante de 12,6 milhões de euros.

A verba permite a aquisição de 59 Veículos Florestais de Combate a Incêndios (VFCI) e de 22 Veículos Tanque Táticos Florestais (VTTF), o que representa a maior distribuição de veículos para resposta a incêndios rurais desde 1980. Cada VFCI tem capacidade para 3.500 litros de água e cada VTT tem capacidade para 9.000 litros, refere o Executivo.

Deste modo, “será possível reforçar a capacidade de resposta operacional no combate aos incêndios rurais nos territórios onde se verifica uma maior carência meios face à respectiva área florestal”, realça ainda o Governo.

A autorização de despesa aprovada pelo Conselho de Ministros segue-se a um trabalho de natureza técnica, realizado pela Secretaria-geral do Ministério da Administração Interna e pela Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil.

Critérios para a selecção

Os critérios para a selecção dos corpos de bombeiros que vão beneficiar destes veículos, propostos pela Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil, foram previamente apresentados à Associação Nacional de Municípios Portugueses e à Liga dos Bombeiros Portugueses.

Trata-se de “critérios objectivos, mensuráveis e verificáveis, garantindo que os veículos são alocados a Corpos de Bombeiros com real capacidade para os operacionalizar e garantindo a sua distribuição pelos territórios onde, face à área florestal a seu cargo, se verifique uma carência mais significativa de veículos florestais”, garante o Ministério da Administração Interna.

“Trata-se de um investimento importante para o reforço da capacidade operacional das nossas corporações. Temos procurado dotar os corpos de bombeiros de meios e de condições para poderem cumprir a sua missão, em sede de Orçamento do Estado e, também, no quadro do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais”, referiu o ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro.

“O investimento agora aprovado representa um olhar também para os recursos materiais, sendo que haverá, futuramente, outros investimentos em equipamentos para os corpos de bombeiros”, acrescentou o governante.

A lista final de distribuição das viaturas contempla:

  • 14 VFCI e 12 VTTF para os Corpos de Bombeiros da área do Comando Regional de Emergência e Protecção Civil (CREPC) do Norte;
  • 22 VFCI e 3 VTTF para os Corpos de Bombeiros da área do CREPC do Centro;
  • 6 VFCI e 2 VTTF para os Corpos de Bombeiros da área do CREPC de Lisboa e Vale do Tejo;
  • 13 VFCI e 5 VTTF para os Corpos de Bombeiros da área do CREPC do Alentejo;
  • 4 VFCI para os Corpos de Bombeiros da área do CREPC do Algarve.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Suinicultores preocupados e perplexos face ao ‘desaparecimento” da Secretaria de Estado da Agricultura

Partilhar              A direcção da FPAS — Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores expressa a sua “preocupação …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.