Início / Apoios e Oportunidades / Bolsas de estudo IPL+Indústria triplicam

Bolsas de estudo IPL+Indústria triplicam

A cooperação entre o Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria) e a indústria continua a apoia os melhores estudantes. Existem já 17 empresas da região de Leiria, associadas da NERLEI – Associação Empresarial da Região de Leiria e da CEFAMOL – Associação Nacional da Indústria de Moldes, a oferecer 23 bolsas de estudo “IPL+Indústria”, no âmbito do protocolo estabelecido entre o Instituto e aquelas associações.

Está assim triplicado o número de bolsas para o próximo ano lectivo. Estas bolsas são definidas anualmente e visam premiar o mérito escolar dos estudantes que se matriculam pela primeira vez nos cursos de licenciatura do IPLeiria.

Bollinghaus Steel, Bourbon Automotive Plastics, Incentea – Tecnologia de Gestão, Martos & Cª, Moldes RP S.U,, TJ Moldes – Moulds for Plastic Industry e Vipex – Plásticos e Serviços, constituem o grupo de empresas que atribuirão bolsas de estudo pela segunda vez.

A estas empresas juntam-se no ano lectivo de 2015/16 as empresas: BPN – Comércio de Peças para Camiões; Caixa de Crédito Agrícola; Crisal e Libbey, La Redoute; Moldoeste; Planimolde; S.A, P.M.M. – Projetos, Moldes, Manufactura; Sodicor e a Yudo Eu.

As bolsas de estudo “IPL+Indústria” são concedidas aos estudantes que ingressam com melhor média nos cursos seleccionados pelas empresas. Para o ano lectivo de 2015/16, os cursos seleccionados foram: Contabilidade e Finanças, Engenharia Automóvel, Engenharia da Energia e do Ambiente, Engenharia e Gestão Industrial, Engenharia Electrotécnica, Engenharia Informática, Engenharia Mecânica, Gestão e Marketing.

No III Encontro IPL – Indústria, realizado em Junho, o presidente da NERLEI, Jorge Santos, destacou que “a academia tem de focar-se no que são as exigências das empresas, e acompanhar as mudanças constantes que estão a surgir no mercado de trabalho. Cada vez mais a indústria tem falta de mão-de-obra qualificada, principalmente nas áreas da engenharias, e é este recurso que a Academia pode preparar e formar”.

Por sua vez, o presidente da CEFAMOL, João Faustino, salientou que o envolvimento da indústria com a academia “mostra de forma evidente que as empresas têm dinamismo, firmeza, atitude e que querem crescer, e assim o empresariado da região tende a evoluir”.

“O crescente interesse das empresas da região em apoiar os nossos melhores estudantes é um facto importante que nos enche de orgulho e que resulta, por um lado, da forte ligação que o Instituto tem fomentado com a Indústria, e por outro, da necessidade que as empresas têm nesta altura por diplomados nestas áreas. Em muitos dos nossos cursos a empregabilidade é próxima dos 100% e os nossos diplomados não chegam para as solicitações das empresas”, diz o director da ESTG/IPLeiria, Pedro Martinho.

“Para além do apoio financeiro, as empresas associadas permitem o contacto dos nossos estudantes com o mercado de trabalho ao longo do curso, valorizando o seu curriculum e dando-lhes as qualificações essenciais para serem bem sucedidos”, acrescenta Pedro Martinho.

O protocolo entre o IPLeiria, a NERLEI e a CEFAMOL, assinado em Julho de 2013, promove a formação em contexto empresarial, a disseminação do conhecimento e tecnologia, e acções de responsabilidade social conjuntas, no sentido de beneficiar estudantes, docentes e empresas, aproximando a academia à realidade industrial. A parceria entre as três entidades já resultou na realização de 191 visitas de estudo, e, ao nível da formação em contexto empresarial, destaca-se a concretização de 83 estágios extra-curriculares de Verão, 49 estágios curriculares de mestrado nas empresas, 40 trabalhos de projecto final de curso de licenciatura, 29 trabalhos de outras unidades curriculares de licenciatura, e 89 trabalhos de investigação e de projecto de mestrado.

Durante os dois anos de cooperação foram organizados 218 seminários e aulas abertas no IPLeiria com o envolvimento de empresas ligadas às instituições protocoladas, cinco acções de formação para colaboradores de empresas, e 42 reuniões entre empresários e docentes do IPLeiria. No total, foram criados 20 postos de trabalho em regime de passaporte emprego, e 36 empregos que integram a bolsa de emprego da NERLEI.

As primeiras bolsas, referentes ao ano letivo 2014/15, foram entregues a sete estudantes no III Encontro IPLeiria-Indústria, que decorreu na Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG), no passado dia 4 de Junho.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Pedido Único tem apoios para as raças autóctones. Saiba quais

Partilhar              O período de apresentação do Pedido Único (PU) para a Campanha 2024 estará aberto desde …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.