Início / Agricultura / Bolsa do Porco – Semana 49/2021 – Manutenção

Bolsa do Porco – Semana 49/2021 – Manutenção

Análise da FPAS — Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores

Mercado europeu

Há quem diga que Dezembro é a sexta-feira dos meses do ano. E os mercados parecem mesmo estar à espera do fim-de-semana, que é como quem diz, à espera que o ano novo traga diferentes circunstâncias e o momento certo para inverter a tendência de forma consistente.

Esta semana a manutenção foi mesmo generalizada, mas em Espanha registaram-se volumes de abate recorde, com os matadouros a anteciparem uma forte procura festiva, aproveitando os preços baixos dos porcos. Para os produtores também foi uma oportunidade para ganhar espaço nas engordas e preparar terreno para voltar às subidas nas semanas vindouras.

Também na Alemanha a bolsa dos mercados agrícolas subiu 3 cêntimos tentando pressionar os matadouros (que marcaram uma manutenção para a próxima semana) a subirem o preço nas próximas sessões.

Vejamos então o que nos indicam as diversas Bolsas europeias para esta semana:

Nota:

  1. Analisando estes valores, segundo equivalências teóricas, teremos em euros/kg peso vivo para a semana 50/2021 (13/12 a 17/12): Espanha 1,02; França 1,12; Alemanha 0,95; Países Baixos 0,91; Bélgica 0,94; Dinamarca 1,03.
  2. Estes valores podem ser também consultados no portal da FPAS, tanto no menu “Bolsas e Cotações” como na faixa superior da página de abertura onde as cotações são actualizadas em permanência.
  3. Recordamos ainda que, tornando-se amigo da nossa página no Facebook “Suinicultura” será informado “em cima da hora” sobre o resultado das diversas Bolsas europeias.

Tendência geral

Apesar do marasmo, há bons indicadores na Europa para as próximas semanas. Em Portugal as vendas fluíram melhor com a generalidade dos matadouros a respeitarem a subida de 3 cêntimos da semana passada e, inclusive, com um aumento da procura em Espanha.

Em Espanha os leitões subiram 3 euros, na Alemanha os produtores estão a pressionar as subidas, mas os matadouros estão ainda com muitos constrangimentos nos abates por causa dos surtos de Covid-19. Em geral ainda há muita oferta mas a procura começa a equilibrar.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Luís Montenegro: “Governo não quer resolver os problemas da agricultura”

Partilhar              O líder do Partido Social Democrata (PSD) acusa o Governo de “falta de vontade política” …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.