Início / Mar / Ambiente / Blue BioTech Roadshow nos Açores conecta players da bioeconomia azul da Região

Blue BioTech Roadshow nos Açores conecta players da bioeconomia azul da Região

O Blue BioTech Roadshow continuou, após um mês de reuniões de reconhecimento, com uma sessão de workshops e networking, nesta sexta-feira 21 de Abril, na Ilha de São Miguel, no município de Lagoa.

Um dos objectivos deste roadshow é criar soluções alternativas e sustentáveis para os grandes desafios globais, como alimentar uma população mundial em crescimento ou encontrar alternativas circulares para produtos utilizados pelo homem com base nos biorrecursos marinhos, como as algas e o pescado, refere uma nota de imprensa do Executivo açoriano.

Outro dos grandes objectivos é agregar e conectar os diferentes players na cadeia de valor da biotecnologia azul da região, promovendo a transferência de conhecimento e tecnologia, para além de apoiar a capacitação e o networking. Ao mesmo tempo, pretende amplificar a consciencialização pública, financeira e política sobre o desenvolvimento do sector da biotecnologia azul nos Açores.

A sessão teve lugar na Nonagon – Parque da Ciência e Tecnologia de São Miguel e começou com um workshop de capacitação de transferência de tecnologia From Lab to the market; as startups e PME convidadas tiveram também a oportunidade de destacar as suas soluções de biotecnologia, desenvolvidas nos Açores, através de um showroom intitulado Blue biotech solutions made in Azores. A sessão terminou com a contextualização da bioeconomia azul na região.

Esta sessão deu continuidade à primeira fase da iniciativa, que decorreu em Março nas ilhas do Faial, São Miguel e Terceira. Nessa etapa, a BlueBio Alliance – Associação Nacional para os biorrecursos marinhos – participou em várias reuniões, nas quais se identificaram os stakeholders locais na área da biotecnologia azul, com mais de duas dezenas de entidades locais contactadas, para posterior levantamento de desafios e oportunidades.

O desenvolvimento da Economia Azul é uma prioridade para o Blue Azores, por isso o programa participou no evento de arranque deste roadshow, acrescenta a mesma nota.

Proteger, promover e valorizar

Partindo do mote do programa “Proteger, promover e valorizar o capital natural dos Açores” , objectivos cujos efeitos ultrapassam as fronteiras nacionais, com impacto europeu e mundial, o programa considera fundamental trilhar um caminho de oportunidades para o desenvolvimento da economia azul.

Adriano Quintela, gestor operacional e de informação do Blue Azores, salientou a importância da criação das Áreas Marinhas Protegidas na criação de uma bioeconomia azul sustentável nos Açores.

“O Blue Azores nasce de uma visão partilhada entre três parceiros – o Governo Regional dos Açores, a Fundação Oceano Azul e o Instituto Waitt – sobre a necessidade de proteger, promover e valorizar o capital natural do mar dos Açores. Uma economia azul sustentável só surgirá quando a atividade económica e a capacidade dos ecossistemas oceânicos estiverem alinhadas, podendo assim permanecer resilientes e saudáveis”, disse.

A Subsecretaria Regional da Presidência do Governo Regional dos Açores associa-se a este evento, e também estiveram presentes os embaixadores da União Europeia, em visita oficial à Região.

Este roadshow é promovido pela BlueBio Alliance e o Blue Azores, em parceria com o Governo Regional dos Açores, através do Fundo Regional da Ciência e Tecnologia (FRCT) e no âmbito do Projecto Europeu FANBEST (Interreg Espaço Atlântico).

O Programa Blue Azores é um programa colaborativo e liderado pelo Governo Regional dedicado aos ecossistemas marinhos e à implementação de Áreas Marinhas Protegidas (AMP), para proteger, promover e valorizar o capital natural do mar dos Açores, com base no melhor conhecimento científico, em colaboração com a Universidade dos Açores.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Festival de Observação de Aves volta a Sagres de 3 a 6 de Outubro. Águia-calçada é a estrela deste ano

Partilhar              A freguesia de Sagres, no concelho de Vila do Bispo volta a receber, entre os …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.