Início / Agenda / Blue Bio Value: Programa de aceleração para startup’s na área da Bioeconomia Azul tem candidaturas abertas até 15 de Julho

Blue Bio Value: Programa de aceleração para startup’s na área da Bioeconomia Azul tem candidaturas abertas até 15 de Julho

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Fórum Oceano — Associação da Economia do Mar relembra que estão abertas as inscrições para a 3.ª edição do programa de aceleração Blue Bio Value, que tem como objectivo apoiar startup’s com projectos na área da Bioeconomia azul.

O programa é promovido pela Fundação Oceano Azul e Fundação Calouste Gulbenkian, organizado pela Fábrica de Startups, em colaboração com a Bluebio Alliance e a Faber Ventures.

As candidaturas podem ser apresentadas até 15 de Julho, aqui.

Blue Bio Value

O Blue Bio Value é um programa comercial dedicado à bioeconomia azul. O Programa escalamos soluções marítimas de base biológica para aplicações de mercado global em diferentes sectores, recorrendo a inovações baseadas em ciência e biotecnologia, enquanto ajuda a enfrentar importantes desafios da sociedade.

Os responsáveis pelo Programa acreditam que “novas indústrias inovadoras de recursos biológicos marinhos estão emergindo, transformando as antigas economias marítimas do passado em um novo paradigma de uma economia azul favorável aos recursos naturais”.

Essa economia “será fundamental para a sustentabilidade dos oceanos e mares, preservando-os para as próximas gerações e este programa é uma contribuição para acelerar seu desenvolvimento”.

E dizem os promotores da iniciativa que “O Covid-19 não nos impede de trabalhar para projectar um futuro melhor. O acelerador Blue Bio Value está preparado para conduzir uma experiência totalmente remota, se necessário, para proteger o bem-estar de startup’s, mentores e parceiros”.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Comportamento emocional em organismos-modelo aquáticos revisto por investigadores da Universidade de Évora

Partilhar            Os investigadores do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE-UE) da Universidade de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.