Início / Featured / Bivalves contaminados são perigosos. Antes de os apanhar consulte a página do IPMA

Bivalves contaminados são perigosos. Antes de os apanhar consulte a página do IPMA

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O IPMA — Instituto Português do Mar e da Atmosfera alerta: a ingestão de bivalves contaminados pode causar graves problemas de saúde.

Os moluscos bivalves são organismos que se alimentam por filtração, possuindo a capacidade de acumular nos seus tecidos vários contaminantes. Se forem consumidos, os bivalves contaminados podem provocar diversos tipos de intoxicação no Homem, salientam os técnicos do IPMA.

Sempre que os níveis destes contaminantes atingem ou ultrapassam os Limites Regulamentares o IPMA desencadeia a interdição da apanha e comercialização dos moluscos bivalves, equinodermes, tunicados e gastrópodes marinhos vivos na zona de produção específica.

Interdições de apanha

As interdições de captura dos moluscos bivalves, equinodermes, tunicados e gastrópodes marinhos vivos aplicam-se ao público, mariscadores profissionais e amadores/lúdicos, independentemente do processo de captura.

“Não consuma bivalves apanhados na praia. Antes de apanhar moluscos bivalves consulte a página da Internet do IPMA dedicada aos bivalves [aqui] e certifique-se que o pode fazer com segurança”, frisa o Instituto.

Pode consultar no link “Guia de Consumo de Moluscos Bivalves” (aqui), um guia simplificado sobre o que deve fazer para saber se pode ou não consumir determinada espécie de molusco bivalve.

Para qualquer questão pode contactar o IPMA via e-mail (bivalves@ipma.pt) ou pelo telefone 21 302 7000.

Principais consequências da ingestão de bivalves contaminados

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Limitação da circulação entre concelhos. Posso ir trabalhar? Os turistas podem circular? Saiba tudo aqui

Partilhar            O Governo determinou a limitação de circulação entre diferentes concelhos do território continental no período …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.