Início / Agricultura / BE: inspectores da DGAV registaram existência de um bovino a coxear no navio Gulf Livestock 2?

BE: inspectores da DGAV registaram existência de um bovino a coxear no navio Gulf Livestock 2?

O navio Gulf Livestock 2 esteve no Porto de Sines nos dias 2 e 3 de Maio onde embarcou milhares de bovinos e ovinos. Mas manteve-se parado no porto mais de 36 horas e com os animais “expostos a temperaturas elevadas durante os dias 4 e 5 de Maio”.

O Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda (BE) alerta para “irregularidades no transporte de animais vivos no navio Gulf Livestock 2 em Sines”. E por isso pergunta à ministra da Agricultura e a Alimentação, Maria do Céu Antunes, se “os inspectores da DGAV [Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária] registaram a existência de um bovino a coxear” e “que medidas foram ser adoptadas no tratamento deste animal”.

Na série de perguntas à ministra, o deputado do Bloco de Esquerda, Pedro Filipe Soares, alerta que “após o embarque dos animais ter terminado, o navio que devia ter saído na madrugada de dia 4, manteve-se parado no porto mais de 36 horas, e saiu apenas na madrugada de dia 6”.

E realça que o Regulamento n.° 1/2005 do Conselho Europeu, de 22 de Dezembro de 2004, relativo à protecção dos animais durante o transporte, estipula no seu artigo 3º, alínea a, que devem ser “previamente tomadas todas as disposições necessárias para minimizar a duração da viagem (…)”.

“Existe ainda a informação que durante embarque foi observado um animal a coxear bem como animais a serem pontapeados, o que viola novamente o regulamento referido”, realça o deputado do BE.

Pedro Filipe Soares pergunta ainda a Maria do Céu Antunes “quais as temperaturas máximas atingidas durante os dias 4 e 5 de Maio no interior do navio, enquanto esteve parado no porto de Sines” e que “medidas foram tomadas para garantir o bem-estar dos animais enquanto estiveram parados no porto, de forma a ultrapassar as temperaturas elevadas”.

O deputado bloquista quer ainda saber se os inspectores da DGAV registaram a existência de vários animais pontapeados e que medidas vão ser tomadas relativamente aos maus-tratos causados em vários animais pontapeados.

Por outro lado, o BE quer aina saber quantos animais embarcaram nesta viagem, qual o motivo de adiamento na saída do navio e que garantias dá o transportador que estas várias irregularidades não vão voltar a ocorrer.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

PS também avança com Projecto de Lei para carreira de guarda florestal das Regiões Autónomas

Partilhar              O Grupo Parlamentar do Partido Socialista (PS) entregou, na Assembleia da República, um Projecto de …

Um comentário

  1. Temos idosos e crianças a coxear temos centenas de pessoas que se encontram acamados que só se movem com a ajuda de terceiros e estes políticos da treta vão para um porto ver carregar bois.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.