Início / Agricultura / Bayer atribui 160 M€ ao Compromisso Fome Zero. Investimento em sementes de vegetais e arroz

Bayer atribui 160 M€ ao Compromisso Fome Zero. Investimento em sementes de vegetais e arroz

A Bayer assinou o ‘Compromisso Fome Zero’ (Zero Hunger Private Sector Pledge) e anunciou que irá atribuir 160 milhões dólares (150 milhões de euros) para ajudar a acabar com a fome global. O objectivo é alcançar a ‘Fome Zero’ na Ásia, África e América Latina até 2030. O compromisso inclui um grande investimento em sementes de vegetais e arroz, projectos que já fazem parte dos planos de sustentabilidade mais amplos da empresa.

O compromisso, firmado na Cimeira sobre Sistemas Alimentares da ONU de 2021 e no compromisso da Aliança Fome Zero (Zero Hunger Coalition), reconhece a necessidade de governos e sector privado trabalharem em conjunto para acabar com a escassez de alimentos.

Todas as empresas envolvidas comprometem-se a investir dinheiro, recursos e conhecimento nas regiões onde desenvolvem a sua actividade, em particular nas áreas que geram maior preocupação. Os esforços da Bayer nesta matéria serão canalizados para comunidade na Ásia, África e América Latina.

“Na Bayer, onde trabalhamos todos os dias para realizar a nossa visão ‘Saúde para todos, Fome para ninguém’, é angustiante saber que uma em cada 10 pessoas, em todo o mundo, vai para a cama com fome. Esta crise afecta-nos a todos e é necessário o apoio de todos para a resolver. Este compromisso reforça ainda mais o propósito da Bayer de ajudar a acabar com a fome, sendo que todos os nossos investimentos e operações comerciais estão alinhados com este objectivo”, sublinha Rodrigo Santos, membro do conselho de administração da Bayer AG e presidente da Divisão de Crop Science, que irá apresentar o compromisso da Bayer no Fórum Económico Mundial, em Davos.

Apoio aos pequenos agricultores

Como líder global no sector da agricultura, que se dedica “ao progresso da agricultura sustentável em benefício dos agricultores, consumidores e do planeta”, a Bayer impulsiona o ‘Compromisso Fome Zero’ a vários níveis: ajudando os pequenos agricultores a aceder a sementes que resultam da mais recente tecnologia, educando as comunidades sobre práticas agrícolas sustentáveis, fornecendo soluções agrícolas, e apresentando novas oportunidades geradoras de rendimentos, explica a Bayer em nota de imprensa.

Os pequenos produtores desempenham um papel crucial na erradicação da fome, pelo que as sementes de alta qualidade são essenciais para a sua capacidade de produzir alimentos seguros e nutritivos para as suas comunidades.

Através do compromisso agora assumido, a Bayer vai investir mais de 100 milhões de dólares em investigação e desenvolvimento para fazer chegar sementes de qualidade, essenciais para as dietas locais, às mãos dos pequenos agricultores. Estes terão também acesso a soluções agrícolas inovadoras, concebidas para reduzir as perdas no campo e pós-colheita. O envolvimento da Bayer engloba ainda a doação de sementes a organizações sem fins lucrativos para ajudar a combater a fome e promover o aumento do consumo de frutas e vegetais.

Soluções híbridas de arroz

Actualmente, cerca de 3,5 milhões de pequenos agricultores na Ásia já beneficiam do trabalho pioneiro que tem vindo a ser desenvolvido pela Bayer no arroz híbrido. Um projecto que será agora reforçado, com a atribuição adicional de mais de 50 milhões de dólares para o arroz híbrido Arize, e que permitirá abastecer ainda mais agricultores com sementes concebidas para garantirem melhor rendimento e, em simultâneo, optimizarem a eficiência da água e do azoto.

A restante verba alocada pela Bayer a este compromisso será investida através de parcerias e programas adicionais. No âmbito do projecto ‘Better Life Farming’, a empresa em conjunto com os seus parceiros Netafim e International Finance Corporation, irá disponibilizar soluções agrícolas, aconselhamento agronómico e boas práticas agrícolas aos produtores rurais.

Em parceria com o Inter-American Institute for Cooperation, através do programa BayG.A.P., a Bayer ajudará os agricultores a obterem certificação e facilitará a sua ligação à cadeia de valor alimentar. Já o Modern Breeding Project, em colaboração com o International Institute of Tropical Agriculture, utilizará o financiamento da Bayer para apoiar práticas sustentáveis, bem como programas de educação e formação. Só este projeto deverá beneficiar mais de 100 milhões de pequenos agricultores que cultivam cerca de 60 milhões de hectares nas zonas húmidas e semiáridas da África subsaariana.

“Na Bayer, vamos continuar a rever e reavaliar formas de ajudar a combater a escassez de alimentos. Não existe uma solução única para todos na agricultura, mas ao estabelecer parcerias com produtores e outros empenhados neste compromisso, todos teremos a maior oportunidade de acabar com a fome mundial”, conclui Rodrigo Santos.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Cotações – Cereais – Informação Semanal – 13 a 19 Junho 2022

Partilhar              Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas Cereais Outono-Inverno Esta semana foi dada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.