Início / Agricultura / Barragem da Coriscada pode candidatar-se ao Programa Nacional de Regadios

Barragem da Coriscada pode candidatar-se ao Programa Nacional de Regadios

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Capoulas Santos, anunciou ontem, 18 de Janeiro, que o projecto da construção do regadio da Barragem da Coriscada está em condições de ser candidatado ao Programa Nacional de Regadios.

O projecto irá irrigar 210 hectares, abrangerá 162 proprietários e representará um investimento de 14 milhões de euros.

O anúncio foi feito durante uma visita à empresa de viticultores Quinta do Vale d’Aldeia, em Mêda.

Segunda fase do Plano Nacional de Regadios

“Quando chegámos ao Governo não havia dinheiro disponível para o regadio. Mas, conseguimos renegociar o financiamento que nos permitiu alavancar de forma mais ampla o Plano Nacional de Regadios. Já estão aprovados cerca de 280 milhões de euros de projectos e espero aprovar um montante quase equivalente na segunda parte deste programa, dentro de dois meses”, salientou o ministro.

Capoulas Santos explicou que “vão ser abertas candidaturas” e um dos critérios de avaliação vai ser “o estado de avanço do projecto. E este é um projecto que está concluído e em condições de ser candidato e aprovado”.

Melhorar a produtividade

O primeiro-ministro, António Costa, que também esteve na visita, disse que este investimento tem o “efeito reprodutivo de melhorar a produtividade” das produções agrícolas no território e de trazer novas produções.

“E basta olhar para aquilo que foi a capacidade transformadora que o Alqueva teve no Alentejo para compreender a importância que pode ter para todo o País este alargamento deste programa de regadio”, acrescentou António Costa.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Fenareg pede reforço do financiamento ao regadio no Plano de Recuperação e Resiliência

Partilhar            A Fenareg – Federação Nacional de Regantes de Portugal considera insuficiente a verba destinada à …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.