Início / Agricultura / Atenção: 70% dos 6.500 incêndios de 2018 deveram-se a queimadas

Atenção: 70% dos 6.500 incêndios de 2018 deveram-se a queimadas

Desde o início de 2018 até Julho já se registaram 6.500 incêndios. A maioria, 70%, foram provocados por uso inadequado de queimadas. O Governo relembra que “a tolerância será zero”.

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, apelou à população para evitar comportamentos de risco durante a onda de calor que vai afectar Portugal: “Queria fazer um grande apelo à prática de comportamentos absolutos de prevenção”.

Eduardo Cabrita realçou ainda que dos 6.500 incêndios registados em Portugal entre Janeiro e Julho, 70% deveram-se a uso inadequado do fogo a queimadas ou outras formas de uso inadequado.

Durante a visita ao Centro de Meios Aéreos de Loulé, Eduardo Cabrita pediu a todos os portugueses para “respeitarem todas as recomendações e limitarem qualquer comportamento de risco”.

Cuidado com os trabalhos agrícolas

“Não fazer trabalhos agrícolas que propiciem o risco, não usar o fogo, não fazer churrascos, não fazer sardinhadas em zonas de floresta, não lançar foguetes em zonas de risco máximo ou muito elevado”, sublinhou o governante.

O ministro pediu ainda para que, nas áreas rurais e agrícolas, se suspendam os trabalhos que “envolvam utilização de máquinas que possam provocar ignições: “a tolerância será zero. Estamos a fazer tudo em matéria de sensibilização, mas a orientação dada às forças de segurança é que, na sua actividade fiscalizadora, a tolerância será zero relativamente a comportamentos de risco”.

Dispositivo mobilizado na totalidade

O ministro da Administração Interna realçou que, desde o início de Julho, Portugal está “na fase de prontidão máximo do dispositivo”. “Neste momento, temos mobilizada toda a nossa capacidade. Estão a regressar da Suécia os meios que disponibilizámos a esse país e temos todo o nosso sistema pré-posicionado”, disse.

Eduardo Cabrita sublinhou também o “esforço notável” de patrulhamento da GNR e das Forças Armadas.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Será o Nutri-Score uma opção de rotulagem totalmente fiável? Saiba tudo no webinar da CAP

Partilhar              A CAP — Confederação dos Agricultores de Portugal, na sequência da tentativa de aplicar em …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.