Início / Agricultura / Associação In Loco apoia a criação de emprego no Interior do Algarve Central

Associação In Loco apoia a criação de emprego no Interior do Algarve Central

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os apoios podem chegar aos 81 mil euros por posto de trabalho a criar e inserem-se no âmbito do Programa +CO3SO Emprego

Até 15 de Setembro (1.ª fase, se houver verba disponível pode estender-se até 16 de Novembro com a 2.ª fase) estão abertas as candidaturas para o programa +CO3SO Emprego no território do Grupo de Acção Local Interior do Algarve Central, dinamizado pela Associação In Loco.

Trata-se de um sistema de incentivos que visa apoiar a criação de emprego e o empreendedorismo, incluindo empreendedorismo social.

Os apoios

Os apoios a conceder permitem a comparticipação dos custos directos com os postos de trabalho criados, de acordo com os limites fixados na regulamentação, englobando a remuneração base e as despesas contributivas da responsabilidade da entidade empregadora, durante um período máximo de 36 meses, contados a partir da criação do primeiro posto de trabalho.

Sobre estes encargos acresce uma taxa fixa de 40% para financiar outros custos associados à criação de postos de trabalho. Apenas são elegíveis contratos sem termo.

Podem candidatar-se micro e pequenas empresas e entidades da economia social que desenvolvam actividades com enquadramento nas áreas de actividade especificadas no concurso para a apresentação de candidaturas.

Os Anúncios e demais informação relevante, nomeadamente legislação, formulários, orientações técnicas que incluem as listas de documentos a apresentar, estão disponíveis no portal do Portugal 2020 (aqui) ou no site da In Loco, aqui.

Para mais esclarecimentos contacte a Associação In Loco através do telefone 289 840 860 ou do correio electrónico dlbc@in-loco.pt.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Ambição Agro 2020-30. António Costa: “robustecer sector agrícola nacional é fundamental para recuperar economia”

Partilhar            O primeiro-ministro António Costa afirmou que para recuperar e a economia e torná-la mais resiliente …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.