Início / Agenda / Já escolheu a Árvore Portuguesa que vai representar o País na Europa?

Já escolheu a Árvore Portuguesa que vai representar o País na Europa?

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

As candidaturas para o Concurso da Árvore Portuguesa, que irá representar o país no Concurso Europeu da Árvore do Ano 2021, estão abertas até ao dia 14 de Outubro. Pode apresentar a sua candidatura aqui.

O propósito do Concurso Árvore do Ano é destacar a importância das árvores antigas na herança cultural e natural. Ao contrário de outros concursos, a Árvore Europeia do Ano não se foca apenas na beleza, no tamanho ou na idade da árvore, mas sim na sua história e relações com as pessoas. Procuramos árvores que se tornaram parte de uma comunidade maior.

A Árvore Europeia do Ano é uma final constituída pelos vencedores dos diferentes Concursos Nacionais.

Todos os anos a votação para a Árvore Europeia do Ano é organizada pela Environmental Partnership Association (EPA), e a UNAC – União da Floresta Mediterrânica é a organizadora do concurso nacional, que habilita a árvore portuguesa vencedora a concorrer à votação para a Árvore Europeia do Ano.

Concurso em Portugal

O Concurso para Árvore Portuguesa 2021 é aberto à participação de qualquer entidade ou particular; pode consultar as regras e fases detalhadamente no regulamento. Entre as árvores que se candidatam, um júri procede à selecção de 10 árvores que posteriormente ficam disponíveis para votação nacional no portal dedicado ao concurso em Portugal. A árvore com mais votos irá representar Portugal na edição europeia do Concurso European Tree of the Year.

Milenar Castanheiro de Vales

O milenar Castanheiro de Vales representou Portugal no Concurso Europeu Árvore do Ano 2020.

Castanheiro de Vales é uma árvore majestosa e milenar, localizada em propriedade privada, por onde se chega atravessando paisagens agrícolas e florestas de encantar. Trata-se de uma das mais grossas árvores do nosso país, cuja cavidade do tronco guarda muitas histórias dos tempos em que o castanheiro era o ponto de referência das brincadeiras de muitas crianças e se tornou memória de gerações de adultos.

Pelo terceiro ano consecutivo uma espécie autóctone e da família das fagáceas ganha o concurso nacional da árvore do ano, expressando o reconhecimento dos portugueses pelas suas raízes rurais e pelos sistemas agro-florestais mediterrânicos, onde a produção florestal, agrícola e animal se complementam e se completam.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Confagri defende valorização do segundo pilar da PAC e possibilidade de novos compromissos agroambientais

Partilhar            A Confagri — Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas defende a valorização do segundo pilar da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.