Início / Mar / Construção Naval / Arsenal do Alfeite constroi duas lanchas salva-vidas da classe Vigilante II

Arsenal do Alfeite constroi duas lanchas salva-vidas da classe Vigilante II

Três meses decorridos, desde a assinatura do Memorando de Entendimento entre a Arsenal do Alfeite S.A (AA), a Marinha Portuguesa e a Autoridade Marítima Nacional, que estabelece as bases para a futura aquisição de 4 embarcações salva-vidas tipo L150-SV, assinou-se hoje, dia 21 de Fevereiro, pelas 11h30, o contrato, que visa a construção de duas das referidas lanchas, já a partir de 2017.

O acto foi presidido pelo ministro da Defesa Nacional, José Alberto Azeredo Lopes, e o secretário de Estado da Defesa Nacional, Marcos Perestrello.

Em Portugal, o Arsenal do Alfeite apresenta capacidades de construção e reparação diferenciadoras para a classe de embarcações em causa, a par de uma “equipa técnica altamente qualificada, o que permite dar resposta às necessidades da Autoridade Marítima Nacional (AMN), em particular do Instituto de Socorros a Náufragos, na sua nobre missão de salvar vidas humanas no mar”, refere um comunicado da AMN.

Valor de 3 milhões de euros

O valor do contrato para a construção das duas lanchas salva-vidas ascende a 3 milhões de euros (IVA incluído) e a entrega das embarcações ocorrerá no início, a primeira, e no final, a segunda, do ano de 2018.

“Trata-se de um momento marcante para a AA e seus trabalhadores, sendo de realçar o impacto na região e no País. O Estaleiro retoma assim a sua actividade de construção, contribuindo para a dinâmica do sector da indústria naval na Área Metropolitana de Lisboa”, acrescenta o mesmo comunicado.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Empresa belga procura fabricante especializado em mobiliário feito com madeira maciça

Partilhar              Uma empresa belga de design de interiores procura um fabricante especializado em mobiliário feito com …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.