Início / Agricultura / aQuacer capacita agricultores do Mondego para a gestão eficiente da água nas culturas do arroz e milho

aQuacer capacita agricultores do Mondego para a gestão eficiente da água nas culturas do arroz e milho

O Vale do Mondego foi palco da 6ª e 7ª acções do projecto aQuacer – Eficiência do uso da água na fileira dos cereais, a 27 de Julho. Várias dezenas de agricultores visitaram parcelas de arroz e milho onde estão a ser implementadas técnicas de uso eficiente da água, como é o caso da rega por gravidade com pendente, no milho, e da sementeira enterrada em arroz.

Na região do Mondego, onde predomina a pequena propriedade e a cultura do milho é regada por gravidade, os agricultores têm vindo a fazer melhoramentos, nivelando os terrenos, de modo que, com a pendente criada, a água avance a maior velocidade, aumentando a eficiência da rega.

A Associação de Beneficiários do Baixo Mondego tem em curso ensaios para monitorizar o consumo de água na cultura do milho em terrenos nivelados com tecnologia laser, visando minimizar o consumo de água e maximizar a produção de milho. Os participantes na 6ª acção aQuacer tiveram oportunidade de visitar uma parcela onde esta tecnologia é aplicada.

O Director-geral da Direcção Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural (DGADR), Rogério Ferreira, participou nesta acção, realçando que “estas acções de capacitação dos agricultores em contexto real são fundamentais no processo de melhoria da eficiência da utilização da água”.

O responsável da Autoridade Nacional do Regadio recordou que apenas 17% da SAU em Portugal é área irrigável, afirmando que o investimento em regadio é vital para produzir mais alimentos no atual cenário de alterações climáticas.

“A capacidade de armazenamento será a realidade futura para enfrentar a falta de água em Portugal e temos margem para o fazer de Norte a Sul do País”, garantiu Rogério Ferreira.

Da parte da tarde e durante a 7ª acção deste projecto, os participantes tiveram ocasião de visitar uma parcela de arroz, pertença do agricultor Rui Rama, onde foi efectuada a sementeira enterrada, com uma evidente economia na água aplicada.

O projecto aQuacer é uma iniciativa da Anpromis – Associação Nacional dos Produtores de Milho e Sorgo, da Anpoc – Associação Nacional de Produtores de Cereais e do CotArroz – Centro Operativo e Tecnológico do Arroz, que convidaram o COTR- Centro Operativo e Tecnológico do Regadio e o IPMA – Instituto Português do Mar e da Atmosfera para responder ao repto da Fundação Calouste Gulbenkian de promover um uso mais eficiente da água no sector agrícola nacional.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Opinião Confagri. Cooperativismo: um setor para o futuro!

Partilhar              Opinião de Nuno Serra, Secretário-Geral Adjunto da Confagri — Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas Existe …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.