Início / Agricultura / APCOR diz que precisa de mais 50 mil hectares de montado de sobro

APCOR diz que precisa de mais 50 mil hectares de montado de sobro

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O presidente da APCOR — Associação Portuguesa de Cortiça, João Rui Ferreira, defendeu esta sexta-feira, 2 de Março, que para continuar a crescer, a indústria da cortiça precisa de pelo menos mais 50 mil hectares de montado de sobro. E quer plantar na zona do Pinhal Interior.

Em comunicado enviado à Lusa, João Rui Ferreira afirma ter solicitado “o compromisso do Estado numa reforma que aposte na protecção e adensamento dos montados existentes, com particular ênfase no alargamento a novas áreas geográficas”.

Governo apoia

O presidente da APCOR sublinha que o secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas, assumiu na quarta-feira, em Santa Maria da Feira, a intenção do Governo em apoiar a plantação de sobreiros em todo o território nacional, um desígnio que vai ao encontro das pretensões dos empresários do sector da cortiça.

Segundo João Rui Ferreira, o secretário de Estado, que visitou algumas empresas, considerou “fundamental que o sector industrial se envolva mais na produção florestal, e no sector da cortiça este é um cenário que devemos aprofundar”.

Explorar a zona do Pinhal Interior

Nesse sentido, João Rui Ferreira disse que irá realizar, já na próxima semana, “uma visita exploratória à zona do Pinhal Interior para perceber que áreas específicas poderão ser usadas para plantação de sobreiros, tendo já agendadas reuniões com várias autarquias da região”.

“Estamos a viver um período único no sector da cortiça, a imagem nos mercados internacionais é muito positiva e a preferência de profissionais e consumidores é bastante clara, quer no mundo vinícola quer nas restantes aplicações. Tudo isto materializado com aumentos médios anuais das exportações na ordem dos 4,5%, durante os últimos nove anos, sendo 2017 mais um ano recorde”, afirma aquele responsável no comunicado.

De acordo com a associação, Portugal é líder mundial em produção e área de montado, com cerca de 100 mil toneladas extraídas e 700 mil hectares de área plantada.

Fundada em 1956, a Associação Portuguesa da Cortiça está no mercado há 60 anos e é hoje a única associação patronal do sector em Portugal.

Sediada no coração da indústria da cortiça, no concelho de Santa Maria da Feira, a APCOR representa actualmente 278 empresas, responsáveis por 80% do volume total de negócios do secretor e 85% das exportações portuguesas de cortiça.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Bluegrowth cria linha de apoio para relançamento da Economia do Mar pós Covid-19

Partilhar            A Bluegrowth, consultora de inovação tecnológica para os assuntos do mar, lançou uma linha de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.