Início / Agricultura / Angola visita mercados abastecedores portugueses e quer cooperação com SIMAB

Angola visita mercados abastecedores portugueses e quer cooperação com SIMAB

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Tomar contacto com a organização e funcionamento dos mercados abastecedores de Portugal é o primeiro objectivo da visita que o director do Mercado Abastecedor de Benfica de Luanda (Angola) está a efectuar às quatro plataformas agro-alimentares que dão corpo ao Grupo SIMAB.

Ângelo Machado, que se faz acompanhar por elementos da Representação Comercial da Embaixada de Angola em Portugal, já esteve nos mercados abastecedores da Região de Lisboa (MARL) e da Região de Braga (MARB), deslocando-se nos próximos dias aos congéneres de Évora (MARÉ) e de Faro (MARF).

O gestor angolano – que, no MARL, foi recebido pelo CEO do Grupo SIMAB, Rui Paulo Figueiredo – quis conhecer a realidade desta rede pública de mercados, particularmente a sua composição sectorial por tipologia de operadores.

Cooperação entre mercados angolanos e a SIMAB

Subjacente a estes contactos está a intenção de desenvolver a cooperação entre mercados angolanos e a SIMAB, designadamente o estabelecimento de parcerias estratégicas para a implementação do Mercado Abastecedor de Luanda e noutras zonas daquele PALOP.

Nestas parcerias estratégicas se enquadra a partilha de conhecimentos técnicos e a formação dos profissionais do sector.

Em Portugal, Ângelo Machado teve já oportunidade de conhecer os Mercados de Lisboa, uma rede retalhista que tem sido alvo de particular atenção do Município e das respectivas autarquias em que a sua gestão está a ser delegada.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

NRP Hidra: Navio da Marinha conclui missão de 9 meses na Zona Marítima do Sul

Partilhar            O navio da República Portuguesa Hidra regressa hoje, 3 de Dezembro, à Base Naval de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.