Início / Featured / Ana Paula Vitorino defende navegabilidade dos rios em Conferência na Polónia

Ana Paula Vitorino defende navegabilidade dos rios em Conferência na Polónia

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Ana Paula Vitorino foi à Polónia declarar o interesse de Portugal em desenvolver a sua navegabilidade interior. pretende a governante promover a atractividade do sector para o mercado e aumentar sua competitividade.

A Conferência Internacional sobre Navegação Interior (The International Conference on Inland Water Transport), organizada pela Comissão Económica das Nações Unidas para a Europa e pelo Ministério da Economia Marítima e Navegação Interior da República da Polónia, decorreu nos dias 18 e 19 Abril, em Wroclow, Polónia.

Esta conferência visou a apresentação de dois projectos integrados na Estratégia para o Aumento da Competitividade da rede de Portos Comerciais do Continente – Horizonte 2026, que visam fomentar a inter-modalidade e o desenvolvimento da navegação interior em Portugal: o projecto da Via Navegável do Douro e a Navegabilidade no estuário do Tejo até Castanheira do Ribatejo.

Desenvolvimento da navegação interior

A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, focou na sua intervenção as principais linhas de acção, no âmbito da Governance da navegabilidade dos Rios, designadamente as três orientações de estratégia, a digitalização, a descarbonização e a inter-modalidade, o desenvolvimento da navegação interior em Portugal nomeadamente na Via Navegável do Douro e a Navegabilidade do estuário do Tejo.

Salientou ainda, as semelhanças que existem com a navegabilidade marítima e as sinergias aplicáveis, reforçando ainda mais o papel da economia do mar.

Assinada Declaração Ministerial

Na referida Conferência, foi ainda assinada a Declaração Ministerial, por todos os países presentes. Com a assinatura desta declaração a Ana Paula Vitorino declarou o interesse de Portugal em desenvolver a sua navegabilidade interior.

Em comunicado, o Ministério do Mar realça alguns pontos da referida Declaração: reforçar o compromisso de sustentabilidade ambiental (Agenda 2030 UN); dar visibilidade à potencialidade do transporte fluvial; criação de um quadro regulamentar sólido destinado a aumentar a eficiência do transporte fluvial; e garantir o equilíbrio adequado entre modos de transporte, agilizando os fluxos de carga e promovendo a multi-modalidade.

Aquela Declaração pretende ainda incentivar o desenvolvimento de frota moderna e promover inovação tecnológica; construir infra-estruturas de vias navegáveis seguras e sustentáveis; promover a atractividade do sector para o mercado e aumentar sua competitividade; e assegurar uma ação coordenada de vários países para apoiar a navegação interior.

Encontros bilaterais

A ministra Ana Paula Vitorino, manteve ainda encontros bilaterais, com o ministro Polaco congénere, com a representante da Comissão Europeia dos Transportes, com o vice-ministro dos Transportes da Tailândia, com o ministro dos Transportes da Bielorrússia, com o secretário de Estado dos Transportes da Federação Russa e com o elemento da direcção da UNECE.

Estas reuniões foram “de extrema importância, onde se discutiram assuntos de interesse comum visando estreitar a cooperação no âmbito da economia azul”, salienta o mesmo comunicado do Gabinete de Ana Paula Vitorino.

Oceans Meeting em Portugal

Tendo lugar em Portugal, no mês de Setembro o Oceans Meeting, evento este da responsabilidade do Governo português, através da ministra do Mar e este ano especialmente dedicado à Economia do Mar, também na mesma altura vai decorrer no nosso país a Shiping Week 2018, Ana Paula Vitorino convidou os representantes das organismos e governos presentes ao mais alto nível, para participarem nestes importantes eventos em Lisboa.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Associação de Bebidas Espirituosas defende fim da proibição de venda de bebidas alcoólicas a partir das 20h00

Partilhar            A Anebe – Associação Nacional de Empresas de Bebidas Espirituosas diz continuar “empenhada em contribuir …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.