Início / Agenda / Ana Paula Vitorino baptiza primeiro rebocador inovador de construção 100% nacional

Ana Paula Vitorino baptiza primeiro rebocador inovador de construção 100% nacional

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, preside hoje, dia 29 de Junho, às 14h30, à cerimónia de baptismo do rebocador Baía do Seixal. Este rebocador, o primeiro a ser construído em Portugal, é um produto a 100% da tecnologia, engenharia naval e do saber dos mestres nacionais.

Trata-se de uma embarcação com características únicas, preparado para navegar nos rios portugueses, primeiro no Tejo e numa fase posterior no Douro. O Baía do Seixal representa um investimento de dois milhões de euros, desloca 110 toneladas e conta com uma ponte elevatória.

O nome foi escolhido pela Navaltagus, a empresa construtora do grupo ETE, em homenagem à Baía do Seixal, onde estão sedeados os estaleiros.

Preparado para gás natural

Esta embarcação com baixo calado, comprimento reduzido e elevada potência, permite operações em zonas estreitas e sinuosas do rio e com fundos baixos, estando ainda preparado para ser equipado com propulsão utilizando gás natural (LNG – Gás Natural Liquefeito), respondendo assim ao desafio ambiental.

O grupo ETE, que defende há muito o desenvolvimento estratégico do transporte fluvial no rio Tejo, já tem em curso um projecto para a construção e exploração de um novo cais fluvial em Castanheira do Ribatejo, cujo estudo de impacte ambiental se encontra desde Março em fase de apreciação pela APA – Agência Portuguesa do Ambiente.

Para o efeito, constituiu a empresa Companhia do Porto da Castanheira, que assegurará a movimentação de contentores e outras mercadorias junto à Plataforma Logística de Lisboa Norte. Este cais servirá o transporte fluvial, desenvolvendo o inter-modalismo do Porto de Lisboa, pois fará a ligação entre os diversos terminais deste porto e aquela zona logística, contribuindo de forma significativa para o descongestionamento rodoviário no perímetro urbano de Lisboa, estimando-se uma redução de 250 camiões por dia, podendo atingir uma redução de 750 camiões/dia.

“A promoção da indústria naval portuguesa é um dos desígnios do Ministério do Mar e faz parte do Programa do Governo. Neste contexto, com esta cerimónia de baptismo do rebocador e a sua entrada ao efectivo, dá-se um passo em frente no desenvolvimento da indústria naval e dos territórios com tradição e potencial nesta área”, diz o Ministério do Mar em comunicado.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Verdes recomendam ao Governo “total interdição de pesca” de tubarões e raias

Partilhar              O Grupo Parlamentar de Os Verdes recomenda ao Governo que “crie uma equipa para elaborar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.