Início / Agricultura / Alerta: Xylella fastidiosa chegou ao território continental espanhol
Sintomas de declínio rápido da oliveira observados em Puglia, Itália. Foto: EPPO

Alerta: Xylella fastidiosa chegou ao território continental espanhol

A Xylella fastidiosa, a praga do olival, ‘saltou’ das Baleares e chegou ao território continental de Espanha, em Alicante na Região Autónoma de Valência. A confirmação foi dada no passado dia 29 de Junho de 2017 pelos serviços fitossanitários espanhóis.

Esta detecção ocorreu num pomar de amendoeiras de cerca de meio hectare, com mais de 30 anos, na sequência da informação prestada pelo proprietário de observação de uma quebra anormal da produção e de necroses (queimaduras) nas folhas.

A DGAV – Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária recorda, no seu Ofício Circular n.º 16/2017, que “é proibido ser portador de plantas de qualquer espécie susceptível proveniente das ilhas Baleares” e alerta que “caso observe sintomas suspeitos desta bactéria, deve de imediato notificar os serviços de inspecção fitossanitária da Direcção Regional de Agricultura e Pescas da área onde se encontra”.

Tratamentos insecticidas

De acordo com a informação da autoridade fitossanitária espanhola, estão a ser tomadas as medidas de erradicação previstas na legislação comunitária em vigor, incluindo a aplicação de tratamentos insecticidas contra os potenciais vectores da bactéria no pomar e na zona circundante, a destruição das plantas infectadas, a delimitação da área afectada e de uma zona tampão de 10km de raio com prospecção intensiva das culturas aí existentes, maioritariamente nespereiras, oliveiras, citrinos e amendoeiras. As plantas presentes nos viveiros e centros de jardinagem localizados a menos de 10 km foram imobilizados, serão testadas e feito o levantamento dos movimentos de material vegetal desses locais nos últimos 3 anos, explica a DGAV.

Em resultado dos trabalhos de prospecção realizados no arquipélago das Baleares, foram, até à data, identificadas em Maiorca, Ibiza e Menorca mais de 250 plantas infectadas com a bactéria (de três subespécies diferentes: subsp. fastidiosa, subsp. pauca e subsp. multiplex) pertencentes a diversas espécies vegetais, nomeadamente, oliveira, zambujeiro, amendoeira, cerejeira, ameixeira, videira, acácia, freixo, aloendro, rosmaninho, Lavandula dentata e Polygala myrtifolia.

Ver também:

DGAV alerta passageiros provenientes das Ilhas Baleares para os perigos da Xylella fastidiosa

55% dos casos de Xylella confirmados nas Baleares afectam amendoeiras e oliveiras

Xylella fastidiosa: plantas provenientes das ilhas Baleares proibidas em Portugal

DGAV pede vigilância contra Xylella fastidiosa e lança poster sobre plantas hospedeiras

DGAV divulga plano para resposta rápida à Xylella fastidiosa

Xylella fastidiosa, o que é, como prevenir?

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

PS Açores acusa Governo Regional de falhas na gestão das quotas pesqueiras

Partilhar              O Partidos Socialista (PS) dos Açores entregou um requerimento ao Governo Regional dos Açores, intitulado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.