Início / Empresas / AKI distribui 16% dos lucros pelos colaboradores

AKI distribui 16% dos lucros pelos colaboradores

O AKI Portugal anuncia a distribuição de 16% dos resultados líquidos pelos colaboradores da empresa, o equivalente a 1,1 ordenados por pessoa. O prémio, cedido pelo segundo ano consecutivo, pode ser convertido em acções da ADEO (proprietária do AKI) que valorizaram 16,5% nos últimos dois anos. No ano passado, o AKI registou um volume de negócios de 190 milhões de euros, um crescimento de 8% em relação ao ano anterior, e um crescimento de 5% nos lucros.

Em 2015, 94% da equipa AKI optou por se tornar accionista do grupo, aquando a distribuição dos lucros do ano anterior, e cerca de 10% dos colaboradores decidiram investir, com capital próprio, na compra de mais acções da ADEO.

Para o director-geral do AKI, Andrés Osto, “esta iniciativa é muito importante para nós porque queremos partilhar os nossos sucessos com todos os que trabalham para os atingir. Estamos a crescer muito e depressa, sempre com o nosso espírito de proximidade como base de tudo o que fazemos. Este conceito não é teórico, é um posicionamento concreto, e não é aplicado só para clientes, para fora, mas sim, com igual enfoque, na nossa equipa”.

“Além disto, ao existir a possibilidade dos colaboradores do AKI se tornarem accionistas, estamos a reforçar o seu compromisso enquanto donos da empresa onde trabalham. Um dos nossos objectivos é que todos os clientes sejam aconselhados e acompanhados por colaboradores accionistas, não apenas por colaboradores, com todas as implicações positivas que tal significa”, acrescenta o responsável.

Duplicação de lojas até 2020

Assente numa estratégia de proximidade e assimilando características do designado comércio tradicional, o AKI tem em curso um plano de expansão ambicioso de duplicação parque de lojas até 2020, passando das actuais 32 para 64. Com um investimento de 100 milhões de euros, o plano passa por abrir lojas em zonas de influência na ordem dos 20 mil habitantes. Para acompanhar esta expansão, espera-se o crescimento da equipa AKI com a criação de mais 670 postos de trabalho líquidos, atingindo-se os dois mil colaboradores.

Para 2016 estão previstas aberturas de quatro novas lojas e a contratação de 150 colaboradores, sendo que até Abril já foram recrutadas cerca de 50 pessoas.

O AKI é uma empresa de distribuição de bricolage, a primeira a chegar em Portugal, integrada na ADEO (líder de mercado em Portugal e na Europa e terceiro a nível mundial). Actualmente, tem 32 lojas distribuídas por 15 dos 20 distritos do País, tem 1.300 colaboradores e mais de 25 mil artigos de bricolage, casa e jardim.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

IFAP paga 119 M€ de apoios aos sectores agroflorestal e das pescas em Setembro

Partilhar              O Ministério da Agricultura e da Alimentação informa que, no final do mês de Setembro …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.