Início / Agricultura / Exportador? Aicep publica estudo sectorial sobre o mercado do azeite na Polónia

Exportador? Aicep publica estudo sectorial sobre o mercado do azeite na Polónia

A Aicep – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal considera que “o azeite é cada vez mais popular entre os consumidores polacos pelos seus benefícios para a saúde, associação a um estilo de vida saudável e à dieta mediterrânica” e que “o aumento da procura de produtos naturais e minimamente processados, como é o caso do azeite virgem e extra virgem é uma tendência de futuro”.

Se é produtor e quer expandir as suas exportações, pois saiba que a Aicep aponta como oportunidades no mercado de azeite na Polónia: a preferência crescente por produtos saudáveis, incluindo o azeite; aumento da procura de produtos orgânicos, designadamente o azeite; crescimento exponencial das compras online, especialmente de produtos gourmet nas lojas online e através de plataformas nacionais, embora ainda não substitua a loja física.

Outra das oportunidades passa pelo aparecimento de marcas brancas ou marcas de distribuidor sendo uma tendência acentuada na Polónia, ligada ao desenvolvimento de cadeias discount, cuja estratégia consiste em ter uma marca própria para dificultar a comparação de preços com outros distribuidores.

A Aicep aponta ainda a “previsão de aumento do consumo face ao crescimento do rendimento per capita da Polónia, que tem vindo a aproximar-se, rapidamente, da média da União Europeia (UE). A procura de produtos de qualidade superior, como azeite extra virgem, deverá aumentar”.

Estas são algumas das conclusões do estudo sectorial sobre o “Azeite na Polónia”, realizado pela Aicep, que agora divulga com o “objectivo de apresentar às empresas portuguesas um enquadramento geral do sector e uma análise em maior pormenor do funcionamento do mercado em termos de perfil de consumo e concorrência externa, bem como de formas preferenciais de entrada no mercado”.

Realça a Aicep que o sector do azeite português na Polónia tem crescido significativamente nos últimos anos. De acordo com o Comtrade, em 2021, a Polónia foi o 22º importador mundial de azeite, com um total de importações de 54 milhões de dólares norte-americanos.

Em 2022, o valor das exportações portuguesas para a Polónia foi de 9.373 mil euros, o que representa um aumento de 5% em relação a 2021. Portugal como o 3º principal fornecedor de azeite para a Polónia, e com a quota de mercado em 2021 de 18,5%, “tem algumas vantagens significativas, como o grande número de produtores de azeite. Além disso, a Polónia tem uma grande quantidade de consumidores disposta a pagar preços mais elevados pelo azeite português”.

Pode consultar o estudo sectorial “Azeite na Polónia” aqui.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Marinha Portuguesa coordena resgate de 7 pessoas a bordo de veleiro na Ilha do Pico

Partilhar              A Marinha, através do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.