Início / Apoios e Oportunidades / AHRESP: cercas sanitárias devem ser acompanhadas de reforço de apoios às empresas

AHRESP: cercas sanitárias devem ser acompanhadas de reforço de apoios às empresas

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A AHRESP — Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal pede ao Governo que discrimine positivamente as situações de cercas sanitárias e que conceda às empresas do alojamento turístico, mas também da restauração e bebidas, afectadas por esta ou por qualquer outra cerca sanitária, apoios de montante até 50% das quebras de facturação face ao período homólogo de 2019 e enquanto durar a limitação à actividade, à semelhança do que aconteceu, por exemplo, na Região Autónoma dos Açores.

Explica a Associação que, no seguimento das medidas que decretaram o encerramento da actividade do alojamento turístico nas Freguesias de São Teotónio e Longueira/Almograve, do concelho de Odemira, e apesar da reversão de parte das regras, que permitiu a manutenção da actividade do alojamento turístico desde que garantido por funcionários que habitam dentro dos limites das freguesias assinaladas e para hóspedes presentes à data de 3 de Maio, “tal não impediu cancelamentos de estadias de hóspedes já ali alojados e de hóspedes que tinham reservas confirmadas no curto prazo”.

Apoio ao emprego

A AHRESP relembra ainda que o Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (PO ISE) acaba de lançar três novos concursos de apoio ao emprego: “Vida Activa para desempregados”, “Apoio à contratação” e “Estágios”. As candidaturas decorrem até 7 de Junho de 2021.

Relativamente ao aviso “Vida Activa para desempregados”, a verba disponível é de 18 milhões de euros e estima-se que irá abranger cerca de 125 mil desempregados de longa duração inscritos no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP).

Já o aviso para “Apoios à contratação”, cuja estimativa é alcançar mais de 4 mil participantes, tem disponível uma verba de cerca de 15 milhões de euros.

Com o montante disponível de 29 milhões de euros, o aviso “Estágios” estima abranger mais de 5 mil desempregados. Os avisos podem ser consultados no portal do PO ISE ou no Balcão 2020, em Domínio Temático – Inclusão Social e Emprego.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

UE. Educação ambiental e desenvolvimento sustentável está em consulta pública. Quer dar a sua opinião?

Partilhar              A Comissão Europeia lança hoje, 18 de Junho, uma consulta pública sobre educação ambiental e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.