Início / Agricultura / AgroGlobal no CNEMA? “Vamo-nos juntar para evitar que a AgroGlobal caia nas mãos erradas”. Petição em curso a defender a Feira em pleno campo

AgroGlobal no CNEMA? “Vamo-nos juntar para evitar que a AgroGlobal caia nas mãos erradas”. Petição em curso a defender a Feira em pleno campo

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A AgroGlobala maior feira agrícola ibérica dedicada aos profissionais, que sempre se realizou em Setembro, em Valada do Ribatejo, em pleno campo, com campos de ensaio e máquinas agrícolas a trabalharem, vai mudar de mãos.

Na sessão de encerramento da maior feira profissional ibérica, os agricultores foram apanhados de surpresa pelo grande impulsionador deste evento, Joaquim Pedro Torres: o nome AgroGlobal passará para a esfera do CNEMA – Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas, em Santarém, sem envolver montantes pecuniários.

Logo no recinto da Feira, ao agriculturaemar.com, foram vários os agricultores que se mostraram descontentes por esta mudança.

E, entretanto, há já uma petição em curso, intitulada “Não queremos a AgroGlobal no CNEMA”, com os seus promotores a escreverem: “A mudança da feira AgroGlobal para o CNEMA irá acabar com a dinâmica da feira como nós a conhecemos sem falar que irá ter custos mais elevados para os stands e quem lá quer visitar”.

“Vamo-nos juntar para evitar que a AgroGlobal caia nas mãos erradas e que não façam o mesmo que fizeram a Feira Nacional da Agricultura… vamos preservar o que ainda é o nosso puro Ribatejo”, realçam os promotores da petição.

Desde 2008 em Valada do Ribatejo

A AgroGlobal, desde a sua primeira edição, em 2008, “promove a intensificação do modo de abordagem do negócio agrícola, assente no profissionalismo e contacto estreito dos diversos agentes envolvidos no denominado agro-negócio, desde a produção à colocação dos produtos no mercado, passando por toda a cadeia de valor, onde se incluem bancos, empresas de energia, tecnológicas, prestadores de serviços, projectistas e consultadoria e, obviamente, todo o tipo de empresas fornecedoras de factores de produção, máquinas e equipamentos”, diz a organização da Feira.

Mas considera que a AgroGlobal, que tem periodicidade bienal, e após 7 edições “adquiriu a sua maturidade, estando enraizada no sector a sua mais-valia técnica, económica e política, impondo-se que se perspective a sua adaptação ao futuro, fazendo face ao processo de transição que agora se inicia com um novo ciclo de política europeia, onde se insere a Política Agrícola Comum e os seus renovados desafios, nomeadamente ambientais”.

A petição pode ser assinada online, aqui.

Este é o espaço da última AgroGlobal, que terminou ontem, 9 de Setembro:

Este é o espaço da próxima AgroGlobal, que se realizará em 2023:

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Associação Empresarial da Região do Algarve está a recrutar formadores na área da Gestão Ambiental

Partilhar              O NERA — Associação Empresarial da Região do Algarve encontra-se a recrutar formadores na área …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.