Início / Agricultura / Agro.Ges: produtividade da laranja aumenta mais de 50% entre 2011 e 2021 com novas tecnologias

Agro.Ges: produtividade da laranja aumenta mais de 50% entre 2011 e 2021 com novas tecnologias

A produtividades da cultura dos citrinos “têm verificado um crescimento muito significativo. O crescimento verificado na laranja é aquele que teve maior registo com mais de 50% de aumento. As restantes culturas tiveram aumentos menos acentuados” entre 2011 e 2021, refere uma análise da consultora agrícola Agro.Ges, na 15ª Edição da Millennium Agro News.

E acrescenta que “o crescimento da produtividade média na última década fica a dever-se à adopção das novas tecnologias e a intensificação e profissionalização do sector nas diversas culturas. Ao comparar as produtividades médias da década 2001-2011 e 2011-2021, observa-se um crescimento em todas as culturas, com particular destaque para a laranja, tangerina e limão”.

Diz a Agro.Ges, na revista do Millennium bcp dedicada à agricultura, que na última década, o preço dos principais citrinos registou um incremento, com maior crescimento relativo para o limão e a laranja. O preço médio da laranja foi de 0,45 €/kg, da tangerina 0,76 €/kg e do limão 0,52 €/kg.

“O preço médio da laranja tem vindo sempre a subir, com o seu máximo, da década, a verificar-se em 2021 (0,64 €/kg). Já a tangerina (0,86 €/kg) e o limão (0,75 €/kg) observaram o preço máximo em 2017 e 2018, respectivamente”, adianta a Agro.Ges na sua análise à fileira dos citrinos.

Por outro lado, o volume de negócios total associado à produção de citrinos tem evoluído positivamente, tendo atingido um máximo absoluto no ano 2021 de 72 milhões de euros. “Esta evolução favorável reflecte a conjugação do aumento das produtividades e consequentemente dos volumes produzidos conjugados com subidas de preços”.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Mercadona baixa preços ao consumidor. Pão, massa e azeite incluídos

Partilhar              A Mercadona, empresa de supermercados de origem espanhola, realizou uma nova redução de preços no …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.