Início / Agricultura / Agriloja ao lado dos “clientes que não baixaram os braços” que lhe confiaram a agricultura de subsistência

Agriloja ao lado dos “clientes que não baixaram os braços” que lhe confiaram a agricultura de subsistência

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A cadeia de lojas Agriloja viu o seu volume de vendas crescer 23% em 2020, para perto de 62 milhões de euros, devido ao aumento na procura de soluções “Faça você mesmo” para a agricultura de subsistência e criação de animais de capoeira, bem como para o lazer no jardim e o bem-estar dos animais de estimação.

Os consumidores “não baixaram os braços e valorizaram o tempo que passaram em casa, confiando na Agriloja como marca de referência para encontrar respostas às suas necessidades”, diz a empresa.

Crescimento no País

A instalação da primeira loja na Ilha da Madeira e 3 no distrito de Aveiro, possibilitou aumentar o alcance geográfico da rede Agriloja, dando assim continuidade ao crescimento consolidado através de uma estratégia de abertura de lojas próprias e franchisadas.

Caracterizada como a maior rede nacional de lojas para animais e plantas, a Agriloja disponibiliza uma vasta e diversificada gama de produtos para hobby e profissional nas áreas de agricultura, jardim, pecuária, animais de estimação, bricolage e casa.

Para isso, desenvolve o seu negócio com mais de 500 fornecedores nacionais e internacionais, disponibilizando uma vasta e diversificada gama de produtos com mais de 20.000 referências, apostando também no desenvolvimento de produtos da marca Agriloja.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Super Bock Oktober Edition celebra a maior festa da cerveja

Partilhar              A Super Bock volta a trazer a tradição e a cultura cervejeira alemã para Portugal, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.