Início / Agricultura / Agricultores ucranianos já semearam 3,3 milhões de hectares de girassol

Agricultores ucranianos já semearam 3,3 milhões de hectares de girassol

Os agricultores ucranianos, apesar de tudo, continuam a semear. Quase 90% das culturas de Primavera já foram semeadas. Nas regiões de Volyn, Vinnytsia, Kirovohrad e Dnipropetrovsk, semearam mais 10% a 15% de trigo do que no ano passado. Quanto ao girassol, no total, foram semeados 3.290,6 mil hectares, contra os 6.509,7 mil hectares de 2021.

Segundo uma nota de imprensa do Ministério da Política Agrária da Ucrânia, de acordo com os dados operacionais das subdivisões estruturais das administrações estaduais regionais, o cultivo das culturas da Primavera é realizada por 23 regiões, excepto Luhansk, onde os combates ocorrem praticamente em todo o território.

Assim, até 12 de Maio, os agricultores ucranianos já semearam:

  • trigo: 187,5 mil hectares (em 2021 — 192,1 mil hectares);
  • cevada: 918,8 mil hectares (2021 — 1 337 mil hectares);
  • colza: 26,7 mil hectares (2021 — 33,2 mil hectares);
  • aveia: 156,7 mil hectares (2021 — 177,9 mil hectares);
  • ervilhas: 123,9 mil hectares (2021 — 242,1 mil hectares);
  • trigo sarraceno: 12,2 mil hectares (2021 — 84,0 mil hectares);
  • milheto: 22,5 mil hectares (2021 — 78,1 mil hectares);
  • milho: 3.238,5 mil hectares (2021 — 5.474,8 mil hectares);
  • beterraba sacarina: 181,4 mil hectares (2021 — 224,7 mil hectares);
  • girassol: 3.290,6 mil hectares (2021 — 6.509,7 mil hectares);
  • soja: 728,6 mil hectares (2021 — 1.279,6 mil hectares);
  • batatas: 1.013,8 mil hectares (2021 — 1.283,1 mil hectares).

De acordo com o Serviço de Estatística do Estado, a semeadura das culturas de Inverno para grãos para a campanha de 2022 foi realizada numa área de 7,6 milhões de hectares, ou seja, 0,3 milhão de hectares a menos que em 2021.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Programa Mar 2030 aprovado pela Comissão Europeia. Há 540 M€ de apoio

Partilhar              O Ministério da Agricultura e da Alimentação informa que, na sequência da adopção do Acordo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.