Início / Agenda / Agricultores da Sobrena realizam encontro para debater estenfiliose da pêra rocha

Agricultores da Sobrena realizam encontro para debater estenfiliose da pêra rocha

A APAS – Associação dos Produtores Agrícolas da Sobrena vai levar a efeito no próximo dia 14 de Março, mais um “Encontro Rocha em Flor” sendo esta a sua 9ª edição. O evento vai ter lugar na Quinta do Castro, em Pragança – Cadaval e terá a duração de um dia.

O tema que vai servir de mote ao encontro será “A estenfiliose e a sustentabilidade da produção de pêra rocha”. Este encontro tem como objectivo principal contribuir para a discussão pública sobre a problemática da doença.

Investigadores e empresas juntos

Participarão como oradores, técnicos da APAS, investigadores, empresas convidadas, entre outros.

Durante o evento será oferecido um almoço convívio aos participantes e terá também lugar o sorteio de uma tesoura de poda eléctrica da marca Bahco, modelo BCL22, oferecida por esta marca.

Para participar faça aqui a sua inscrição até ao dia 10 de Março aqui. A participação tem um custo de 10 euros para sócios e de 20 euros para não sócios. Programa aqui.

Fundada em 22 de Junho de 1989, a APAS, tem como zona de intervenção a área abrangida pela DRAPLVT – Direcção Regional de Agricultura e Pescas de Lisboa e Vale do Tejo e DRAP’s limítrofes, incidindo principalmente, na cultura das pomóideas, prunóideas e vinha, mas com capacidade para se expandir para outras áreas de produção agrícola e pecuária.

A associação dedicou particular atenção à fruticultura, devido à sua importância na região e pela grave incidência de problemas fitossanitários que se mostravam de difícil resolução através das prática culturais tradicionais.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

CAP analisa evolução do sector agrícola na última década em webinar gratuito

Partilhar              A CAP — Confederação dos Agricultores de Portugal realiza no próximo dia 27 de Maio, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.