Início / Agricultura / AD Açores propõe criação de sistema de gestão de resíduos agrícolas na Região

AD Açores propõe criação de sistema de gestão de resíduos agrícolas na Região

Os deputados da Coligação que suporta o Governo dos Açores – PSD, CDS/PP e PPM – vão dar entrada na Assembleia Legislativa de um projecto de resolução que recomenda a criação de um mecanismo de gestão de plásticos do fluxo agrícola na Região.

A iniciativa foi apresentada hoje, 14 de Setembro, em conferência de imprensa pela deputada do PSD/Açores Vitória Pereira na delegação da Assembleia Legislativa dos Açores na Ilha de São Miguel, acompanhada dos deputados social-democratas Marco Costa e Alberto Ponte.

Segundo Vitória Pereira, a recomendação ao Governo Regional “visa avaliar a necessidade da criação de um sistema de gestão de resíduos agrícolas na Região Autónoma dos Açores, pela relevância do sector que representa 10% do valor acrescentado bruto na economia dos Açores”.

Nesse seguimento, “propomos o levantamento e caracterização sobre a gestão de resíduos do fluxo agrícola na Região, assinalando as áreas prioritárias de acordo com a especificidade de cada ilha e de cada concelho da Região Autónoma dos Açores”, frisou a parlamentar social-democrata.

Campanhas de informação

O projecto de resolução coloca em cima da mesa também o “desenvolvimento de campanhas, acções de informação e sensibilização com enfoque na problemática dos resíduos de plástico, dirigidas aos produtores agrícolas, e que elabore materiais de boas práticas de utilização de plásticos e embalagens agrícolas”, acrescentou Vitória Pereira.

De acordo com a deputada do PSD/Açores, “os plásticos mais utilizados nestes sectores são os filmes plásticos, os fios e redes para fardos ou rolos de silagem, as mangueiras e tubos de irrigação, os sacos de ráfia de polipropileno que podem ser inseridos no sistema integrado de gestão de resíduos de embalagens”.

1.800 toneladas de resíduos por ano

Estima-se que na agricultura, na agropecuária e na silvicultura, no arquipélago, se produza cerca de 1.800 toneladas de resíduos, por ano. “Material este que deve ser melhor aproveitado através de uma recolha mais eficiente”, ressalvou Vitória Pereira.

Com esta resolução pretende-se “precisamente incluí-los neste sistema, incentivando a economia circular, promovendo a sustentabilidade e protecção do meio ambiente”, salvaguardou.

Para a parlamentar social-democrata, “a proposta tem como objectivo garantir respostas adequadas aos resíduos do fluxo agrícola, evitando a sua queima ou o descarte nos sistemas municipais de recolha de resíduos urbanos, com os impactos e consequências nefastas que daí resultam”.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Empresa húngara procura fornecedores de produtos para casa e jardim, hortícolas, ferramentas e produtos de irrigação

Partilhar              Uma empresa familiar húngara, fundada em 1991, está à procura um parceiro que possa representar no …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.