Início / Agenda / Açores vai à Biomarine, no Canadá, para atrair empresas de biotecnologia marinha

Açores vai à Biomarine, no Canadá, para atrair empresas de biotecnologia marinha

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia dos Açores participa na Biomarine 2017, uma plataforma de investimento internacional dedicada aos recursos biológicos marinhos que se realiza entre 1 e 3 de Outubro, em Rimouski, no Canadá.

Gui Menezes destacou “a importância da participação dos Açores neste evento”, na medida em que é “o único fórum internacional dedicado à promoção da biotecnologia marinha, uma área considerada relevante para o desenvolvimento da ‘economia azul’ na Região”.

A Biomarine reúne investigadores, empresários, investidores e representantes de vários países, com o objectivo de promover contactos para alavancar iniciativas empresariais e industriais e oportunidades de negócio em biotecnologia ‘azul’.

Inovação azul nos Açores

O secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia vai abordar nesta convenção o tema ‘Blue Inovation in Azores’, pretendendo evidenciar as potencialidades dos Açores para atrair empresas de biotecnologia marinha, dando a conhecer as acções e as políticas regionais para incrementar a ‘economia azul’ na Região.

Gui Menezes vai também destacar a iniciativa do Centro de Investigação Internacional do Atlântico – AIR Center “como uma oportunidade para aproximar os países na cooperação científica na área dos oceanos, em particular do Atlântico”.

A Biomarine é promovida pela Biomarine Organization Clusters Association, em parceria com o Governo do Canadá, o Governo de Portugal e a Fundação Príncipe Alberto do Mónaco.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Confagri defende valorização do segundo pilar da PAC e possibilidade de novos compromissos agroambientais

Partilhar            A Confagri — Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas defende a valorização do segundo pilar da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.