Início / Mar / Ambiente / Açores tem em curso alteração à regulamentação da observação de cetáceos

Açores tem em curso alteração à regulamentação da observação de cetáceos

A directora Regional do Turismo afirmou, em Ponta Delgada, que está em curso um processo de alteração à actual regulamentação da observação de cetáceos nos Açores com o objectivo de tornar a actividade mais sustentável.

“O sector do turismo tem tido uma evolução extraordinária nos últimos anos, levando ao desenvolvimento de muitas actividades, nomeadamente a observação de cetáceos, que, face a esta acelerada evolução, necessita de ser revista”, salientou Cíntia Martins, que falava segunda-feira à margem de uma sessão de esclarecimento sobre este tema, que contou também com a presença do director Regional dos Assuntos do Mar, Filipe Porteiro.

Sessões de esclarecimento

Cíntia Martins referiu que se encontra em estudo uma alteração regulamentar à legislação em vigor relativamente à observação de cetáceos, considerando “fundamentais” estas sessões de esclarecimento, que, além de Ponta Delgada, decorrem hoje, em Angra do Heroísmo, e quarta-feira, na Horta, para apresentar e discutir a proposta de alteração regulamentar à legislação em vigor, elaborada pelas direcções regionais dos Assuntos do Mar e do Turismo.

Para a directora Regional, estes encontros “permitem a recolha de contributos de operadores, investigadores e entidades com competência na matéria”.

Bem-estar dos animais

“As preocupações principais desta alteração regulamentar são a salvaguarda do bem-estar dos animais, a qualificação da experiência turística de quem nos visita e a sustentabilidade do sector”, frisou Cíntia Martins.

“Por exemplo, consideramos que devemos uniformizar a dimensão e a lotação de passageiros máximas das plataformas que operam nas diversas zonas, bem como alguns acertos nos procedimentos de licenciamento desta actividade, melhorando a sua transparência e flexibilidade”, acrescentou a directora Regional.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 more

Verifique também

Produtores de leite da Póvoa de Varzim em risco de falência pedem para serem pagos ao preço mínimo de 38 cêntimos/litro

Partilhar             more  Caso não exista um aumento do preço do leite a breve prazo, toda a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.