Início / Agricultura / Açores promovem iniciativa para desenvolvimento da literacia sobre agricultura nas escolas

Açores promovem iniciativa para desenvolvimento da literacia sobre agricultura nas escolas

A Secretaria Regional da Educação e a Secretaria Regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural dos Açores assinaram hoje, em Angra do Heroísmo, um protocolo de colaboração para o desenvolvimento da literacia sobre a agricultura e a floresta, tendo por públicos-alvo as crianças, jovens e a comunidade em geral.

Explica uma nota de imprensa do Executivo açoriano que o protocolo, apresentado esta manhã na EB1/JI da Ribeirinha, será implementado em todo o sistema educativo da Região e visa despertar o gosto e a sensibilidade para a agricultura e floresta, bem como aproximar estas áreas da vida diária das crianças e jovens, para além de pretender fomentar uma visão mais ampla do sector.

Secretária Regional da Educação: “é preciso que os alunos estejam despertos para a agricultura, que se contraponha e se acabe com alguma desinformação que às vezes passa sobre a qualidade dos nossos alimentos e sobre a agricultura”

A iniciativa visa proporcionar experiências de contacto directo com as áreas, através de visitas aos serviços de desenvolvimento agrário e a diversas explorações agrícolas, assim como promover a partilha de boas práticas de agricultura nas escolas, através do desenvolvimento de actividades escolares nessas áreas.

Reflexão e acção sobre a agricultura

Para tal, os dois departamentos governamentais vão disponibilizar técnicos das várias direcções regionais que vão desenvolver materiais que possam ser utilizados na sala de aula, por forma a promover uma reflexão e acção sobre a agricultura, realçar a importância da mesma para o ordenamento do território e uma vivência saudável e segura ou até para despertar vocação para seguir estudos no sector.

Na ocasião, a secretária Regional da Educação, Sofia Ribeiro, disse que esta iniciativa conjunta tem uma “fortíssima componente de sensibilização e de informação dirigida aos alunos de todo o sistema educativo regional para a importância da agricultura”, não só no que respeita “à importância uma alimentação de qualidade”, mas também no que respeita “à sustentação do solo, à sustentabilidade ambiental e até mesmo à qualidade do desenvolvimento económico e social das ilhas”.

“É importante catapultar os Açores para outros patamares de desenvolvimento também na área da agricultura, valorizando-a, por ser uma área de fortíssima empregabilidade e com qualidade no emprego”, acrescentou Sofia Ribeiro.

Para isso, continuou, “é preciso que os alunos estejam despertos para a agricultura, que se contraponha e se acabe com alguma desinformação que às vezes passa sobre a qualidade dos nossos alimentos e sobre a agricultura, construindo-se, junto das escolas, materiais que potenciem esse trabalho”.

Possibilidades de auto-emprego

Por sua vez, o secretário Regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural, António Ventura, assegurou existirem “muitas possibilidades de auto-emprego e de criação de riqueza, assim como de combater o despovoamento e fixar jovens através da agro-pecuária”.

“Temos um mundo infinito de produções agropecuárias que podem contribuir para que os Açores se desenvolvam e é nesse sentido que pretendemos mostrar às crianças que o leite não nasce nos supermercados e que a carne não nasce nos talhos, há um conjunto de fileiras produtivas, do mesmo modo que há um conjunto de fileiras que se podem desenvolver”, adiantou António Ventura.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Bolsa do Porco – Semana 32/2022 – 2,347€ (Subida de 0,020€)

Partilhar              Análise da FPAS — Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores Mercado europeu A Alemanha ia …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.