Início / Featured / Açores: proibida pesca de goraz entre 15 e 31 de Julho

Açores: proibida pesca de goraz entre 15 e 31 de Julho

A secretaria Regional do Mar, Ciência e Tecnologia, após audição dos parceiros do sector, decidiu implementar uma paragem na pesca do goraz nos Açores por um período de 15 dias.

Uma portaria publicada hoje em Jornal Oficial estabelece um período de goraz entre 15 e 31 de Julho.

O secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia, Fausto Brito e Abreu, afirma que esta é “uma medida de gestão inteligente da quota”, frisando que “Julho é um dos meses do ano em que o goraz apresenta um valor mais baixo em lota”.

A interrupção desta pescaria no caso das capturas avaliadas a 15 de Junho excederem 65% da quota disponível tinha sido discutida na reunião do Conselho Regional das Pescas realizada a 30 de Abril, sendo que, até ao momento, foram capturadas mais de 460 toneladas de goraz, valor que corresponde a 68% da quota regional para esta espécie.

“Se a Região esgotar as possibilidades de captura antes dos meses de Novembro e Dezembro, quando o preço do goraz é tendencialmente mais elevado, os pescadores podem sofrer uma quebra rendimentos”, frisa Fausto Brito e Abreu.

O secretário Regional do Mar adianta ainda que, “em função da evolução das capturas até meados do mês de Setembro, será ponderada a necessidade de uma paragem semelhante, de 15 dias, durante o mês de Outubro”.

A portaria publicada hoje surge na sequência das várias medidas que o Governo dos Açores tem implementado com o objectivo de valorizar o pescado açoriano, contribuindo para a conservação das espécies e, simultaneamente, para o aumento de rendimento dos pescadores.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Estação Biológica de Mértola tem vaga para Bolsa de Investigação para Doutoramento

Partilhar              A Câmara Municipal de Mértola informa que a EBM — Associação Estação Biológica de Mértola …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.