Início / Agricultura / Açores: Laboratórios do Serviço de Classificação de Leite na Terceira e São Miguel estão acreditados

Açores: Laboratórios do Serviço de Classificação de Leite na Terceira e São Miguel estão acreditados

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Secretaria Regional da Agricultura e Florestas dos Açores, através do Instituto de Alimentação e Mercados Agrícolas (IAMA) anuncia que, a partir de hoje, 21 de Outubro, os laboratórios do Serviço de Classificação de Leite (SERCLA) das ilhas Terceira e São Miguel estão acreditados pelo Instituto Português de Acreditação (IPAC).

Esta acreditação, que reconhece a competência técnica do SERCLA para a realização de ensaios laboratoriais para efeitos de controlo de qualidade higio-sanitária, composição físico-química e detecção de inibidores, “significa um passo em frente na medida em que contribui para reforçar a confiança nos resultados obtidos e ajudar o sector leiteiro a melhorar cada vez mais em termos qualitativos”, garante o Executivo açoriano.

Processo de acreditação iniciou-se em 2018

O processo de acreditação dos laboratórios do SERCLA iniciou-se em Setembro de 2018 e, durante este período, foram investidos cerca de 300 mil euros por parte do IAMA na aquisição de equipamentos, calibrações, participação em ensaios de referência internacionais e auditorias.

O SERCLA recolheu no último ano mais de 461 mil amostras, que correspondem a 1,8 milhões de análises efectuadas no âmbito da classificação do leite e do contraste leiteiro, acrescenta uma nota de imprensa do Governo Regional dos Açores.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Docapesca investe 178 mil euros no Porto de Pesca do Rio Arade

Partilhar            A Docapesca – Portos e Lotas lançou dois concursos públicos para a instalação de central …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.