Início / Agricultura / Açores: Há apoio complementar de 255 mil euros para manutenção da vinha

Açores: Há apoio complementar de 255 mil euros para manutenção da vinha

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A portaria que regula o apoio complementar regional, até 255 mil euros, destinado aos produtores açorianos que se candidataram em 2017 à Ajuda à Manutenção da Vinha, Orientada para a Produção de Vinhos, com Denominação de Origem (DO) e Vinhos com Indicação Geográfica (IG), no âmbito do programa POSEI, foi hoje, 18 de Julho, publicada em Jornal Oficial.

A Secretaria Regional da Agricultura e Florestas salienta que, “sem este reforço orçamental regional, haveria um rateio muito considerável nesta ajuda do POSEI e um conjunto de cerca de 60 produtores, com produção de vinha certificada como IG, não chegariam a receber qualquer valor, em virtude de ter sido excedido o limite orçamental disponível para 2017”.

Estimular o sector da vinha

Este apoio suplementar constitui, por isso, “mais um contributo do Governo Regional para continuar a estimular o sector da vinha, que tem tido grande impacto económico nos Açores e, em particular, na ilha do Pico”, explica uma nota de imprensa do Executivo Regional.

“Este sector tem permitido criar riqueza, postos de trabalho e recuperar território que estava abandonado. Fruto do grande dinamismo registado no sector da vinha e do vinho será possível, no futuro, ter maiores áreas de produção, mais produção e melhores rendimentos para os produtores”, acrescenta a mesma nota.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Agricultura biológica: Escola Superior Agrária de Coimbra recebe visita de parceiros do projecto “DivulgarBio”

Partilhar            A Escola Superior Agrária do Politécnico de Coimbra (ESAC-IPC) recebe amanhã, 14 de Julho, das …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.