Início / Agricultura / Abutre-preto continua a recuperar no Alentejo

Abutre-preto continua a recuperar no Alentejo

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os primeiros resultados da monitorização da actual época de reprodução do abutre-preto no Alentejo indicam a existência de quatro casais nidificantes desta espécie criticamente em perigo e permitiram a identificação do primeiro ninho natural na região. “Estes dados reforçam a importância do apoio ao trabalho de conservação da LPN – Liga para a Protecção da Natureza, através da votação online em curso até ao próximo dia 15 de Março”, em tinyurl.com/blackvulture, diz a associação.

Na sequência da reprodução do abutre-preto no Alentejo na passada Primavera, pela primeira vez em mais de 40 anos e que culminou com o nascimento de uma fêmea na Herdade da Contenda (no concelho de Moura), a LPN está a monitorizar a actual época de nidificação desta espécie na região.

Os resultados obtidos até ao momento, indicam a actual existência de quatro casais nidificantes de abutre-preto na Herdade da Contenda, três dos quais a ocupar plataformas ninho artificiais instaladas no âmbito do projecto LIFE Habitat Lince Abutre e, pela primeira vez, a existência de um ninho natural construído pela espécie e ocupado por um dos casais. Um destes casais encontra-se já em fase de incubação no ninho.

No decurso das observações realizadas, foi ainda possível confirmar a presença na área da fêmea de abutre-preto nascida na passada Primavera. O facto de este exemplar continuar vivo e a utilizar a região, assim como a detecção de quatro ninhos ocupados por abutre-preto, “é um sinal das boas condições existentes para a espécie e da adequada gestão implementada pela Herdade da Contenda, Empresa Municipal”, diz a LPN.

“Os dados obtidos até ao momento são indicadores do consolidar da recuperação do abutre-preto no Alentejo, permitindo antever o estabelecimento de um núcleo reprodutor desta espécie na região e reforçando a importância do apoio ao trabalho de conservação que tem vindo a ser implementado”. Neste sentido, a LPN “apela ao voto no projecto Black Vulture Recovery, Southern Portugal, no âmbito da votação promovida pela European Outdoor Conservation Association até dia 15 de Março e que pode aceder-se em tinyurl.com/blackvulture ou através de www.lpn.pt. A vitória nesta votação representará um apoio de cerca de 30.000 euros para a conservação do abutre-preto.

Durante as próximas semanas, a LPN, em articulação com a Herdade da Contenda e com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, continuará a monitorizar a reprodução do abutre-preto nesta região e o evoluir dos casais nidificantes agora detectados.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Cuidado com a queima de sobrantes florestais. GNR identifica homem de 78 anos por incêndio em Vila Real

Partilhar              O Comando Territorial de Vila Real da Guarda Nacional Republicana (GNR), através do Núcleo de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.