Início / Empresas / A inovação tecnológica no sector agrícola brasileiro

A inovação tecnológica no sector agrícola brasileiro

A indústria agropecuária brasileira é referência na incorporação de novas tecnologias, como no caso da Agricultura 4.0.

A incorporação de novas tecnologias pelos principais sectores da indústria mundial é algo, de facto, significativo. A ideia de que o ramo referente a tecnologia e inovação era algo apenas periférico, têm-se mostrado cada vez mais ultrapassada.

Ao analisar o mercado como um todo, é possível notar o crescimento de empresas que operam praticamente via online, sem sequer necessitar de um espaço físico para atender o seu público, empresas de mobilidade urbana (Uber, InDriver), locação de espaços (Airbnb), grandes retalhistas (Amazon, Fast Shop), casas de apostas desportivas (https://casino.netbet.com/br/, Sportingbet), são alguns exemplos de instituições que cresceram ao inovar e incorporar novas tecnologias.

Esta situação não é diferente para o sector agrícola, num cenário onde existe a estimativa que a população mundial atinja 9,8 mil milhões de pessoas em 2050, a procura por alimentos aumentará consideravelmente. Por isso, investir em inovação no agronegócio é um caminho primordial, propiciando maior produtividade e consumo optimizado de factores de produção

Mas, como podem os agricultores brasileiros aumentar a sua produtividade e contribuir para a procura global por alimentos? Afinal, em 30 anos, a expectativa é que o Brasil seja responsável por 40% da produção agrícola mundial. A única saída é investir nas inovações tecnológicas no campo.

O que são as inovações no agronegócio brasileiro?

As inovações no agronegócio vão muito além de técnicas de plantio, manejo e colheita no campo. Elas podem ocorrer desde o desenvolvimento de sementes mais tolerantes, até à etapa de planeamento e processamento da produção.

Na verdade, até a gestão e o transporte do que é produzido nas lavouras pode sofrer melhorias pela adesão às novas tendências tecnológicas no agronegócio.

Por isso, quando se fala em investir no desenvolvimento tecnológico do agronegócio, é importante entender que  a inovação não se restringe apenas ao campo, mas contempla todos os elos que apoiam o desenvolvimento do sector.

A Agricultura 4.0

Mesmo com todas as melhorias desenvolvidas nas últimas décadas, elas, sozinhas, não serão o bastante para sustentar o aumento acentuado da demanda global dos próximos anos. Diante disso, uma nova revolução agrícola já começou: a Agricultura 4.0.

A Agricultura 4.0 pode ser definida como um conjunto de tecnologias digitais formado a partir de softwares, sistemas e equipamentos, com o objectivo de optimizar a cadeia produtiva em todas as suas etapas, desde o plantio até à colheita.

Essa combinação de tendências dá origem a dados e informações em tempo real, que podem ser utilizadas para orientar e facilitar a tomada de decisões, além de automatizar processos por meio da Internet das Coisas (IoT).

Dentre as principais vantagens da Agricultura 4.0 estão:

  • Agilidade

Com informações mais rápidas e precisas obtidas a partir da tecnologia, é possível tomar decisões de forma ágil e correcta, focando no que realmente é importante para garantir mais produtividade. Além disso, também economiza tempo com actividades que antes eram realizadas manualmente.

  • Produtividade

Com mais rapidez e agilidade nos processos, é possível produzir mais com menos tempo e menos recursos, como os insumos para a lavoura.

  • Sustentabilidade

A tecnologia permite descobrir com precisão quais as áreas da lavoura que sofrem com a infestação de pragas e aplicar os pesticidas apenas onde é realmente necessário. Dessa forma, se evita a contaminação de outras partes do solo e a produção se torna mais sustentável.

 
       
   
 

Verifique também

Os Verdes: PENSAARP 2030 não dá devida opção de não entrega ao sector privado da gestão da água

Partilhar              O Partido Ecologista Os Verdes (PEV) considera que o Plano Estratégico para o Abastecimento de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.